PUBLICIDADE

Porto Seguro decola

19:18 | 23/12/2019

Porto Seguro decola

Na contramão de cidades turísticas que dependem de verbas parlamentares ou promessas antigas de melhorias em aeroportos, Porto Seguro, litoral sul da Bahia, decola com um mega projeto que sai do papel e vai ganhar nos próximos anos seu segundo aeroporto internacional. É investimento de R$ 1 bilhão. Um grupo alemão, em parceria com o Estado da Bahia, vai construir o terminal entre Eunápolis e a cidade praiana. A área para desapropriação foi informada no Decreto 19.373 do Governo, um terreno de 280 hectares, e fica na região rural da vila de Pindorama, que pertence à Santa Cruz de Cabrália, município limítrofe.

Pista vizinha

O novo aeroporto ficará a pouco mais de 20 km de distância do atual aeroporto, também concedido pela Bahia, dentro de Porto Seguro, que recebe mais de 10 voos diariamente.

Vários destinos

A alta demanda justifica o ânimo dos alemães. Com sol ou chuva, todos os dias a região recebe turistas que procuram Porto, Santo André Coroa Vermelha, Arraial D’Ajuda, Trancoso e Caraíva. São as mais belas e badaladas praias da Bahia.

Preço da demanda

Junto a Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro, Porto Seguro é dos destinos turísticos mais procurados do País. O ponto contra é o preço alto das passagens, ganância das aéreas.

Fui, mas volto

A saúde vai bem, muito bem no SUS... então o ministro Luiz Mandetta tira férias até dia 10 de janeiro no meio da alta demanda de prefeitos e deputados por distribuição de emendas parlamentares para as bases ano que vem.

Padrinhos fortes

Aliás, quem segura Mandetta no cargo não é só o presidente Jair Bolsonaro. Há um consórcio suprapartidário – e forte – de parlamentares que sustentam os hospitais das Santas Casas de Misericórdia há anos. Mas elas estão bem abastecidas este ano.

Natal sem fundo

O diretório do MDB de Minas Gerais deu um cheque sem fundo de R$ 3.193 a um ex-funcionário por acerto de contrato trabalhista.

Sofra, professor

A Coluna consultou as secretarias de Educação de Minas, Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo sobre dados de violência contra os professores – que a cada dia mais são desrespeitados por alunos inconsequentes e miniaturas de bandidos. Para desastre maior, nenhuma delas tem esse tipo de dado ou acompanha os casos.

Varejo no camburão

A Polícia Federal não deixou o atacado (Lava Jato), mas mira o varejo (interior), com ajuda de investigações da Controladoria Geral da União. A Polícia Civil de vários Estados tem pacote pronto. Prefeitos na mira para a temporada do giroflex de 2020.

Turma na cela

Veja o caso recente do Piauí. Nos últimos meses, foram presos o prefeito de Bertolínea, Luciano Fonseca e boa parte da família. José Jeconias, o ex-prefeito de Sebastião Leal, também foi preso, no mesmo inquérito. Semana passada prenderam dois irmãos que eram prefeitos: Nilmar Valente, de Canto do Buriti, e o irmão Benjamin Valente, ex-alcaide de Tamboril do Piauí.

O Povo