PUBLICIDADE

Editorial: Câmara: cartilha ajuda a combater pandemia

01:30 | 26/04/2020

Uma das principais armas para o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus é a informação. Quanto mais disseminadas estiverem as orientações a respeito da epidemia, dos cuidados necessários para evitar o contágio, mais rapidamente a crise será superada.

De modo geral, prefeituras e governos estaduais vêm desempenhando papel crucial na implementação das medidas de isolamento social, um dos métodos mais eficazes para dificultar a propagação da Covid-19. No Ceará, o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza estão à frente dessa tarefa, trabalhando conjuntamente, sob diretrizes traçadas por médicos e cientistas.

Veio juntar-se a esses esforços, a Câmara Municipal de Fortaleza, que produziu uma cartilha bastante útil sobre o assunto, para ser distribuída na periferia da cidade, principalmente. A novidade é que, além das informações sobre os cuidados com a saúde, a publicação orienta também como ter acesso aos programas sociais, voltados para pessoas de baixa renda.

Nesse quesito, a cartilha dá informações de como receber a renda mínima emergencial; sobre a distribuição de alimentos; a respeito da suspensão ou o adiamento de cobranças de contas e dos incentivos a pequenos empreendedores locais. Além de poder ser baixada virtualmente no portal da Câmara, foram impressas 50 mil cartilhas que serão distribuídas nos bairros pelos vereadores.

Essa iniciativa é relevante porque acontece no momento em que a pandemia está alcançando o seu pico, segundo os epidemiologistas. Nessa fase, serão atingidos principalmente os bairros periféricos, onde o contágio poderá se alastrar mais rapidamente, se cuidados não foram tomados.

A Prefeitura também está reforçando o trabalho comunitário, com ações da Guarda Municipal, dos agentes de saúde e com a desinfecção de ruas, com o uso de um caminhão pulverizador. Mas para que essas medidas sejam efetivas, é preciso a contribuição de todos. A principal delas é aderir ao chamamento "fique em casa". Quanto maior o número de pessoas tomarem consciência de que a Covid-19 é uma doença grave e letal, mais estaremos perto de vencê-la.