PUBLICIDADE

Editorial: Paradesporto com ferramentade integração

01:30 | 29/09/2019

"Inclusão social pelo esporte" é o tema de dois cadernos especiais produzidos pelo O POVO para tratar desse tema de grande relevância, porém pouco abordado pela imprensa com o enfoque proposto nos suplementos: o paradesporto como ferramenta de integração de pessoas com deficiência na sociedade. O primeiro encarte saiu na edição de sexta-feira desta semana e o próximo estará na publicação de 4 de outubro. Além da produção impressa, o material tem ainda versão transmídia na internet, com textos, imagens e vídeos, um site exclusivo para tratar do assunto, cujo acesso pode se dar pela página de Esportes do O POVO Online.

Sob a coordenação da editoria de Esportes, os textos do primeiro caderno abordam atletas com deficiência que se destacam em competições, mas lembra que a abordagem não é para falar de "super-heróis, nem mesmo de exceções", mas tem o objetivo de ressaltar os benefícios propiciados pelo esporte, e também no papel que essa prática tem na ressocialização dessas pessoas. Nas palavras do editor-chefe de Esportes, Fernando Graziani, "é relevante que o esporte paralímpico seja mostrado não apenas nos grandes momentos das principais competições, mas no dia a dia, com técnicos e atletas, que ganham confiança e transformam suas vidas, por causa das atividades adaptadas".

Assim, os suplementos buscam estimular pessoas com deficiência a dar o primeiro passo, que é "sair de casa", como diz o educador físico Vicente Cristino. Procura também incentivar que outros segmentos se interessem pelo assunto, abrindo espaço para a participação social das pessoas com deficiência. Cristino, diz, por exemplo, que é comum nas escolas os alunos com deficiência serem dispensados das aulas de educação física. Para ele, isso constitui equívoco, pois esses estudantes deveriam ser encorajados a participar, com as escolas criando condições para que isso aconteça.

O caderno já publicado, à disposição online, indica ainda lugares que oferecem prática esportiva e capacitação profissional, itens essenciais para a inserção social de pessoas com deficiência, como destacam especialistas no assunto.