PUBLICIDADE

Brasil ganha representantes para torneio mundial do Game Mobile mais famoso do País

15:23 | 11/11/2019
O time do Corinthians foi o vencedor o Free Fire Pro League desse ano
O time do Corinthians foi o vencedor o Free Fire Pro League desse ano

No último sábado, Corinthians e LOUD se destacaram no competitivo do game mobile mais popular do país com direito a quebra de recorde de audiência e irão representar o Brasil na final do Free Fire World Series.

A história dos eports no Brasil ganhou mais um capítulo no último sábado com a realização da 3ª edição do Free Fire Pro League, envolvendo as 12 principais equipes profissionais do game. Cerca de 5 mil espectadores presenciais e mais de 1 milhão online puderam conferir na Arena Carioca da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, os melhores jogadores de Free Fire competindo pelo título, até R$ 35 mil e a chance de representar o Brasil no torneio mundial, a ser realizado na capital carioca, dia 16.

Conforme as regras oficiais do torneio, as equipes disputaram 8 partidas (ou quedas), em cada um sendo contabilizados pontos por número de vitórias e mortes de oponentes obtidas. Capitaneada por Carlos “Fixa” César e tendo Bruno “Nobru” Goes como um dos maiores destaques do evento, a equipe do Corinthians se sagrou campeã após quase 5 horas de jogadas e momentos de muita emoção. O time da LOUD, favorito da torcida comparecente ficou em segundo lugar, conquistando a colocação apenas na última queda, já que até o último momento, outros 3 disputavam a vice-colocação e última vaga para o mundial de Free Fire.

Na coletiva de imprensa, após a conquista da competição, os jogadores do Corinthians e da LOUD ressaltaram a importância do apoio da torcida e o foco dado pelos atletas à rotina de treinamento como fatores decisivos para os resultados obtidos. O jogador Vinícius “ViniZx” Cardoso, da LOUD, afirmou que a torcida é algo que move a equipe em vários aspectos, por apoiá-los não só durante os torneios, mas também através das redes sociais durante o tempo de preparo dos atletas antes de cada competição.

Samuel “Level Up 007” Lima do Corinthians, ressaltou o sentimento de união de ambas equipes frente aos desafios do mundial. Para ele, independente dos times, tanto Corinthians quanto LOUD representarão bem o Brasil e enfrentarão de igual para igual os oponentes estrangeiros. “Agora é a nação brasileira. Todo mundo junto. Então, es ‘gringo’ não vão entender nada” - afirmou.

O Povo