PUBLICIDADE

Lucro? Nunca jamais

05:00 | 27/02/2019

- JOGO dos dois Atléticos (Cearense e Goiano) ontem no PV, mesmo com o pomposo rótulo de Copa do Brasil, deu prejuízo financeiro rotundo e monumental.

- PRIMEIRO porque o Atlético local não tem torcida e o outro, o Goianiense, que torcedor dele seria louco de se mandar de Goiânia pra cá?

- COMO é a CBF que banca, a ela pouco importa lucro ou prejuízo, tanto faz ter presença de público quanto não, pois dinheiro lá é o que não falta. Casa da moeda perde feio.

- OUTROSSIM (que palavra!) esta tal Copa do Brasil é uma maneira de agradar as federações, quer dizer, meramente politica, assegurando colégio eleitoral, refém de suas estrepolias.

- JOGO como aquele ontem, devido respeito aos dois Atléticos, ainda que fosse de portões abertos não atrairia público, pois torcedor não é trouxa pra engolir qualquer purgante.

- QUANTO aos times, quem saiu classificado embolsou mais R$ 1,45 milhão, grana alta pra uma partida meramente inodora...

HISTÓRIA MAL CONTADA

- PRESTEM bem atenção. Caso Jonatan, revelação do ano passado, ungido das bases do Ceará, ainda não está bem contada a ponto de se apontar quem tem culpa do cartório.

- QUE o Santos tinha interesse no atleta é vero. Que sabia ser R$ 6 milhões a multa contratual também sabia.

- ONDE entra todo este barulho infernal? Vamos tentar ir às partes.

- ANTES de Jonatan, o Ceará havia negociado o goleiro Éverson, após novelinha tão chata quanto as globais.

- CLUBE santista demorou a pagar, mas acabou pagando. Até hoje não se tem ideia de quanto precisamente o negócio foi fechado, após grande trabalheira.

- JONATAN sabia do interesse do Santos, para lá se mandou. Ceará apareceu só agora com a versão de ter viajado sem permissão do clube, isto é, conta própria.

- QUEM mandou ele viajar? Eis aí o segredo da maçonaria. Se pegou o avião e se mandou pra lá, foi mandado por alguém.

- QUEM, então, cara-pálida? Robinson garante que da parte do Ceará não foi. E se não foi, quem bancou? Por acaso o empresário?

- HÁ outra perguntinha que inquieta, sem resposta exata, pois no futebol as histórias são sempre contadas pela metade.

- TRADUÇÃO - meia verdade e meia mentira. Uma verdade por inteiro é verdade até nos confins do mundo. Uma meia mentira é uma mentira até nos quintos.

BOCA NO TROMBONE

- DETALHE curioso. Se o atleta está lá treinando há mais de dez dias, porque só agora o Ceará esperneia pelo dinheiro? Por qual razão não botou logo a boca no trombone.

- VERSÃO de que o Santos estaria com suas contas bloqueadas pode ser mais um boato soltado pra explicar o não pagamento.

- POSIÇÃO do Ceará até onde coruja piou. Caso está entregue ao departamento jurídico.

- CUJO titular, Jamilson Veras, se negou a entrar no meu Trem das 5, informando que ainda não era hora de falar no assunto.

- CÂMBIO, dr. Jamilson. Mas se esta não é a hora então a que horas será?

- FICO aqui a imaginar Jonatan, por conta das coisas mal feitas no futebol, voltar de Santos com as duas chuteiras. Uma na frente e a outra atrás.

- E ASSIM caminha o fantástico mundo do futebol, recheado de mentiras ou contos de fada. Pegar um mentiroso é até muito fácil. Pegar alguém que fale a verdade com clareza, é mais fácil todos os oceanos do mundo secarem...

PAR OU ÍMPAR?

- SABEM quantas vezes Rogério Ceni repetiu a mesma escalação do Fortaleza até agora?

- QUEM respondeu nenhuma vai receber uma camisa oficial tricolor com o autógrafo do seu sisudo e inabordável treinador...

A PERDER DE VISTA

- SABE onde o Ceará estará jogando hoje pela Copa do Brasil?

- LÁ onde o Brasil se esconde, Foz de Iguaçu.

- POIS tem. Até onde a gata miou, não se sabe se disputa o Campeonato do Paraná, onde fica localizada. Ou se disputa, como a história da Conceição do finado Cauby... ninguém sabe ninguém viu.

 

ALAN NETO