PUBLICIDADE

Panela de pressão

05:00 | 26/02/2019

- ÁREA técnica, ou borda do campo, como queiram, assemelha-se a uma panela de pressão, onde até o fleumático Rogério Ceni, grita, esperneia, diz palavrão, o que não acontecia quando era goleiro do São Paulo.

- HOUVE ocasião em que por pouco não entrou em campo, a ponto de o árbitro, um careca forte, ir pessoalmente lhe dar uma bronca, coisa que nenhum outro, até então, ousara fazer.

- QUEM reparou? Lance dos dois gols de virada do Bahia, curto espaço de três minutos, zagueiro colombiano Quintero estava fora de jogo, enquanto trocava a chuteira.

- REVELA que o Fortaleza, como não tem um líder em campo, alguém esqueceu de catimbar, paralisando a partida enquanto o zagueiro voltava à campo. E sem ele, lado esquerdo da defesa ficou totalmente penso.

- OLHAR de lince. Apesar de tricolores, quer dizer mesmas cores, Fortaleza e Bahia não jogaram com suas camisas oficiais. Bahia de branco, enquanto Fortaleza com segunda opção que é feia.

- NÃO por acaso, multa contratual do artilheiro Gilberto vale R$ 20 milhões. Tipo do goleador técnico, provado no segundo gol, quando girou em torno de dois defensores, trocou de pé e mandou bola por baixo do corpo do irregular Boeck.

MAL COMPARANDO...

- ROMARINHO, por quem Ceni só pode morrer de amores, apesar da pouca bola, está para o Fortaleza como o péssimo Feijão está para o Lisca no Ceará. Todo jogo os dois entram em campo.

E lá dentro, trituram a bola...

TEMPESTADE EM COPO D'ÁGUA

- EPISÓDIO da saída do Ceará, do auxiliar Rospide, não se perca pelo sobrenome, criou tempestade em copo d'água, ganhando manchetes, seguramente porque a informação veio do UOL.

- DEVE ser a primeira vez na história do futebol em que a dispensa de auxiliar ganha tamanha dimensão. Sem a menor necessidade.

- AUXILIAR é cargo de confiança do treinador, logo ele, Lisca, deve saber até que hora deve ficar ou não. Se saiu foi porque desobedeceu alguma ordem do treinador, embora diga que não. Quem mete a mão no fogo?

- DIRETORIA nem entrou na querela (que palavra!) pois certamente presidente Robinson deve ter dito lá com seus botões - eles que são branco que se entendam. A ele, Robinson, interessam os pontos que o Ceará está ganhando.

- TEM mais. Se colocarem na frente de mil torcedores alvinegros pra saber qual deles conhece o Lisca ou o Rospide, o técnico ganha por unanimidade.

- NÃO fora o alarde feito por um fato sem tanta importância, poucos saberiam que o Rospide existe. O Lisca Doido, este sim, torcida conhece e adora...

VIVA O GOL 100!

- IMPRENSA esportiva e pesquisadores, com especialidade, comemoram formiga.

- TÃO aguardado gol 100 do Campeonato - se mal pergunto, cara-pálida, esperado por quem? - foi marcado em Horizonte, sábado, por Bacabal, partida contra o Horizonte.

- NO campeonato mal ajambrado como este do Mauro Carmélio, pro Bacabal deve ser a glória. Que tal pra ele uma medalha com a efígie do presidente da FCF? Viva!

MÃOS QUE AFAGAM

- LÁ pras tantas, bola rolando, Bahia virou o placar (2 a 1) torcida tricolor em peso no Castelão gritava em coro - "Queremos jogador, queremos jogador".

- TRICOLOR resolveu ir pro ataque, tentar gol de empate, surgido já na reta final, através do bom zagueiro Quintero. Um minuto depois bola na trave de Júnior Santos, nos acréscimos, Edinho perdeu um cara a cara com o goleiro Douglas.

- RESULTADO - mesma torcida que protestava por reforços foi a que, tão de repente, passou a aplaudir e a incentivar...

GATO & SAPATO

...TINGA finalmente deixou de usar chuteira branca, que o diferenciava, por uma cor limão. Um horror!.../// LANCE do gol de Júnior Santos, primeiro do Fortaleza, bom goleiro Douglas ao sair espalhafatosamente do gol pra cortar lance, escorregou na grama molhada, colaborando pra que atacante entrasse livre. Júnior só não fez uma coisa que bem deveria ter feito só pra desmoralizar. Como assim? Entrar com bola e tudo... /// COMO é bom, melhor, ótimo, este lateral-esquerdo do Bahia, chamado Moisés. Fez do Tinga gato e sapato

 

ALAN NETO