PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Faltou ser dito...

- SE o jogo Ferroviário x Corinthians tivesse sido no Castelão, Ferrão teria vencido até com certa facilidade. Mesmo dentro de Londrina, foi melhor.

- EMPATE não fez justiça, pois clube paulista levante as mãos para agradecer ela colaboração inestimável do goleiro Gleibson, largando a bola nos pés do Gustagol.

- IMPRENSA paulista, pouco chegada a elogios gratuitos ou a oba-oba exagerado, cobriu de elogios o atacante Cariús, principalmente pelo belo gol de virada, elegendo-o craque do jogo.

- TÉCNICO Carille, do Corinthians, que foi zagueiro de Marcelo Vilar no Barueri, levou dele autêntico nó tático, pois quem foi ver o Corinthians viu o Ferrão.

- COMO o Enercino faz lembrar o Geraldo nos bons tempos, em que corria o campo todo, dando intensidade ao time e ao jogo. Nenhum corintiano conseguiu pará-lo.

- FICO a perguntar, cá com meus surrados botões - como lateral tão ruim e tão limitado qual Fágner tenha chegado a titular da seleção. Só pode ser por apadrinhamento do "gênio" Tite.

- CORINTIANOS de um lado, torcedores do Ferrão do outro, ficou um vazio enorme. Do Ferrão, apenas quatro torcedores, dentre os quais dois diretores - gerente Jurandi Júnior e o relações públicas Jeff Peixoto.

- SE renda foi mesmo aquela, não ter havido maracutaia, empresários promotores do jogo em Londrina, pagando cota de R$ 1 milhão ao Corinthians e menos da metade ao Ferroviário, entraram solenemente pelo cano.

- ESTÁDIO do Café, capacidade pra 30 mil torcedores, não chegou aos 20 mil.

- GUSTAGOL, lapidado pelo Fortaleza, devolvido ao Corinthians feito, autor dos dois gols, simplesmente eclipsou a estreia do limitado Vagner Love que só chutou uma bola, ainda assim por cima.

- SE aquele baixinho Jadson é o craque do Corinthians, deve ter ficado roncando na concentração.

- ABRAÇO mais apertado, após jogo, entre Cariús e Gustagol, que já se conheciam daqui ano passado, autores dos quatro gols, ou seja com marca do futebol cearense.

- MERA curiosidade. Cariús, nove jogos pelo Ferrão, balançou as redes dez vezes. Quer dizer, quem nasceu pra fazer gol faz em qualquer lugar seja lá contra quem for.

SINTAM-SE HOMENAGEADOS

- PRIMEIRO gol de Cariús, entrando com bola e tudo, em homenagem a Robinson de Castro, presidente do Ceará, que o preteriu pra trazer Roger. Aquele mesmo que em 2011 foi um blefe no Ceará, assíduo frequentador da Beira Mar.

- SEGUNDO gol de Cariús, virada sensacional, esta em homenagem a Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, que preferiu o Júnior Santos, por indicação de Rogério Ceni.

- DE roldão, quer dizer por tabela, aos técnicos Lisca e Rogério Ceni, cujos olhos não enxergam que Cariús seria o artilheiro ideal tanto pra alvinegros quanto tricolores.

- VOLTO a repetir. Se não for por discriminação a jogador da terra, é por preconceito mesmo.

VIREM A CHAVE

- DEIXEM de lado Copa do Brasil. Em seu lugar botem a Copa do Nordeste, aliás, duas copas de araque por falta de autenticidade.

- POIS bem. Ceará vira a chave pra enfrentar, hoje à tarde, no Castelão, o Altos, do Piauí. Aquele mesmo que levou goleada de sete do Santos nesta semana.

- DENTRO do Castelão, a preço de bolo em fim de feira, se o Ceará não vencer, é o caso de dispensar, de uma raquetada só, todo elenco, a começar pela direção técnica.

- VENCÊ-LO não será pra fazer favor, sim por obrigação mesmo. E estamos conversados.

A GRANDE APOSTA

- ENTRE os tricolores a aposta é uma só. Em quantas posições Rogério Ceni mexerá o Fortaleza em seu jogo amanhã a tarde contra o Guarany no Junco de Sobral?

- MESMO com favoritismo tricolor,convém não esquecer que o Guarany não é o retrancado Barbalha. Além do mais, único invicto do Estadual - afora Ceará e Fortaleza.

- HÁ uma particularidade a registrar. Time sobralense foi formado ao cabo de 15 dias, após ficar zanzando de um lado para o outro atrás de quem o assumisse.

- COMO a Prefeitura lavou as mãos, grupo que comanda faculdade sobralense resolveu apadrinhá-lo, aliás rival político. A partir daí o Cacique do Vale nunca mais perdeu pra ninguém.

 

ALAN NETO

TAGS