Participamos do

Antigos Fantasmas

01:15 | Nov. 16, 2021
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Não queria lembrar de ti, mas agora a pouco recordei de coisas que me machucavam e percebi que algumas já estavam curadas, mas outras só fingia que não existiam mais. Como se fossem um cômodo de casa que a gente tranca e joga a chave fora. E inexplicavelmente um leve vento, um dia, abre aquela porta e de repente sai de lá um furacão. Às vezes, parece que nunca vai sumir dali... Você nem consegue ver direito, mas sabe que está lá, quase como um fantasma vagando em um casarão, mas vale lembrar que das piores coisas que você já passou, você sobreviveu. É fato que todas as tempestades um dia cessarão e, para ser justo, independente do jeito de lidar, um dia, aquela assombração não vai mais te assustar.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente