Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Amor

00:30 | Set. 21, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nas entrelinhas de minha intensidade esconde-se um resiliente coração. Se constrói, desfaz e desmancha numa foz direto em outros. Porém sempre renasce novamente, mais forte e mais sábio. As palavras de outrem antes tão doces quanto favos de mel, agora um gosto familiar. Gosta, mas não precisa. Ama, mas não implora. Ama o outro, mas ama a ti primeiro.

Dura lição para aqueles com o coração maior do que o corpo pode comportar. Grande demais até para a alma, tocando outras ao redor. Dizem que alguns morreram por amar demais. Já outros viveram pelo amor. O amor salva. Amor está na voz rouca da manhã, nos pequenos detalhes da pele e da complexidade, auto respeito e respeito com o próximo. Amor está na doçura das palavras e na falta delas — na saudade.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags