Participamos do

Conversas

00:30 | Jun. 15, 2021
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Hoje pela manhã, estava me sentindo só. Então, resolvi conversar com minha esquizofrenia.

Ela me contou que a procrastinação havia sequestrado a criatividade e pedia um preço alto por isso. Até aí tudo bem, se não fosse por um pequeno problema: a consciência, tadinha, não suportou a pressão da quarentena e foi parar na UTI, fazendo, assim, com que a dona "esquizo" a substituísse no controle (particularmente, acho que ela fala demais, porém ainda é uma opção melhor que a apatia, pois essa é muito aflita). Falou também que a ansiedade havia espalhado por aí que eu era uma péssima cronista, mas não me importo, ela é uma invejosa.

Após nossa conversação, passei um tempo pensando no problema. Seria melhor eu arcar com os custos da consciência na UTI ou pagar o resgate pela criatividade?

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags