PUBLICIDADE
NOTÍCIA

A humanidade da psicóloga hospitalar

00:30 | 02/03/2021
0203leitor (Foto: 0203leitor)
0203leitor (Foto: 0203leitor)

Ao receber uma ficha me surpreendi com o que li, "Psicologia número 3". Segui e fui em busca. Ao entrar na sala, avistei uma mulher ruiva, jovem e bonita, não esperava mas bem acessível. Foi a chance de conhecer o exemplo de profissional que eu quero ser. Talvez seja apenas a função dela, mas sinto que não, pois além de muito profissional, foi humana.

O olhar foi atento e disposto à ajudar, assim como as palavras de entender o contexto e acolher o medo que transparecia, por falta de informação, talvez, ou pelo fato de estar inserida em uma sociedade que as pessoas pecam por falta de sentimento.

É realmente um privilégio contar com o profissionalismo de uma pessoa que antes de qualquer título ou mérito, exerce a sua primordial função, ser humano.

 

TAGS