PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Tempo de chuva

00:30 | 26/01/2021

A água acertou em cheio o vidro do carro. O menino mais novo reclamou com o mais velho: a acrobacia do maior mirou bem no centro da poça e a poça foi se espalhar quase no pescoço do pequeno. Não que fizesse diferença já que tudo, carro, meninos e cidade estava coberto da chuva das dez da manhã. O motorista ensaiou alguma reclamação, mas os meninos já iam longe, desviando das bicas, chacoalhando os galhos das árvores.

Seco e atento aos ponteiros do relógio, eu me perguntei se eles também iriam jogar bola na porta de casa, como meu irmão e eu costumávamos fazer em dias assim.

Há um momento em que a gente cresce e esquece o prazer de um banho de chuva. Meu dedo tocou a maçaneta da porta, mas o sinal abriu antes. Era tempo de seguir.

TAGS