PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Caldeirão político

10:00 | 17/02/2021

Caldeirão político
O apresentador de TV Luciano Huck vai sinalizar dentro de 30 dias se continua na TV Globo ou estreia na política em 2022 – candidato a senador ou presidente da República. Se renovar com a emissora, ele pode estrear no lugar de Fausto Silva em breve, contam fontes, e abandona por muitos anos o projeto presidencial. Mas a próximos, Huck indica que sua entrada na política é questão de tempo, agora ou em dez anos. Caso encerre seu contrato com a TV, o assédio será forte. O movimento no PSB, por exemplo, para atrair o apresentador a se filiar, passa pelo novo cacique do partido, o prefeito do Recife, João Campos – que sonha com o Planalto a longo prazo.

PT x Marília
A situação dela já não era boa no PT, mas agora desandou. A aproximação da deputada federal Marília Arraes (PE) com o presidente da Câmara, o bolsonarista Arthur Lira, irriou correligionários.

Te cuida, Deltan
Há um movimento dentro do Ministério Público Federal, de uma turma da antiga e de novatos, na tentativa de convencer o ex-procurador chefe da Operação Lava Jato, Deltan Dalagnol, a reconhecer eventuais falhas processuais.

Bom senso
A Pandemia deixou os dois maiores polos do carnaval de Pernambuco às escuras e sem as tradicionais multidões. Por determinação do governador Paulo Câmara (PSB), os sítios do bairro do Recife e as ladeiras de Olinda não receberam foliões.

Termômetro da economia
Pirenópolis, a bela cidade histórica goiana, maior reduto turístico junto com Caldas Novas, ficou ‘vazia’ no feriadão. Algumas pousadas conhecidas tiveram menos de 20% de ocupação.

Manguezai$
A publicação “Oceano sem mistérios: desvendando os manguezais”, lançada pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, estima que os manguezais geram US$ 5 bilhões em benefícios ao País pela simples existência ou pelo suporte à pesca ou turismo. Segundo o estudo, 44 milhões de pessoas vivem nos 338 municípios que contam com a proteção costeira desse ecossistema.

Cautela no cofrinho
Dados da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap) apontam que os recursos acumulados dos clientes com títulos de capitalização ativos avançaram 5,4%, em comparação a 2019, alcançando R$ 32,4 bilhões. Os resgates recuaram 4,8%.

10, nota 10!
Não bastasse a vergonha do atraso da vacina, a escassez e a incerteza de que haverá segunda dose aos vacinados, muitos governadores e prefeitos paralisam a vacinação no Carnaval. Como se o vírus tirasse folga. E parte do povo não ajuda, festejando.

Zé Esplanador
Nosso leitor assíduo e maior crítico, Zé Esplanador – seu lema, lembram, é ‘Perguntar não ofende, cobrar é de direito’, crava essa: como seria bom o Brasil organizar a vacinação como promoveu com sucesso a Copa do Mundo FIFA em 2014.

Itapemirim
Em nota à Coluna, o Grupo Itapemirim informou que “reforça que seu plano de Recuperação Judicial segue em pleno vigor, com cumprimento fiel de todos os pagamentos dos credores concursais”. E que “não existem novos gestores no organograma do negócio, e Sidnei Piva de Jesus segue como único proprietário”.

Som na caixa
“Música é passado – Tudo o que você precisa saber antes de ouvir porcarias” será o terceiro livro do jornalista e crítico musical Mario Marques. Ex-editor do JB e outros veículos, Marques passa a lupa no mercado fonográfico numa compilação de reportagens, entrevistas, crônicas e artigos publicados entre 1989 e 2009.

Via Coluna Esplanada