PUBLICIDADE
NOTÍCIA

REVIEW: Turtle Beach Recon 50

Opção de entrada de uma das marcas mais famosas do mundo, Recon 50 quer se tornar o melhor fone de entrada do mercado gamer brasileiro

17:17 | 17/06/2021
A Turtle Beach chega ao país trazendo seu campeão de
vendas lá fora: o Recon 50 (Foto: Divulgação)
A Turtle Beach chega ao país trazendo seu campeão de vendas lá fora: o Recon 50 (Foto: Divulgação)

Apesar de ainda pouco conhecida no Brasil, a Turtle Beach é uma das gigantes do mercado de acessórios para gamers em várias partes do mundo. Sua especialidade são fones de ouvido e em seu vasto catálogo de opções, a qualidade tem sido sempre uma constante. Em parceria com a distribuidora Solutions 2 Go, a Turtle Beach chega ao país trazendo seu campeão de vendas lá fora - o Recon 50 - em busca de ofertar ao público gamer brasileiro não apenas qualidade, mas custo-benefício também. Confira como foi a minha experiência de quase 2 semanas usando diariamente a edição para Xbox One e Xbox Series X|S do Recon 50 e tire suas próprias conclusões.

À primeira vista, é inegável que o fone tem um apelo visual interessante. Seja em sua versão para consoles Playstation ou a versão que testei - para Xbox - o aparelho traz cores que combinam com a estética dos dois consoles e que atendem bem à expectativa de algo feito para fãs de qualquer uma das duas plataformas. Ao mesmo tempo, o visual se mantém simples o bastante para poder ser usado fora de seu habitat ideal. Por vezes utilizei o Recon 50 como um fone de ouvido normal em uma ida rápida à farmácia ou ao supermercado, sempre de máscara - diga-se de passagem.

Por se tratar do fone de entrada da Turtle Beach, é de se esperar que a sensação inicial ao manusear o Recon 50 foi a de que se trata de um fone construído para ser barato. Mas olha, devo admitir que as desvantagens relativas a preço terminaram aí. É inegável que os materiais usados em sua produção foram escolhidos para tornar o aparelho o mais acessível possível, mas naquilo que realmente importa para mim - que são o conforto, a qualidade de som e o isolamento sonoro - a Turtle Beach não economizou na criação do fone.

Os ajustes laterais de cada fone fazem um barulho enorme ao serem mexidos, mas uma vez encaixados corretamente na cabeça, se foram horas e horas de jogatina sem quaisquer desconfortos ou reclamações quanto a tudo que ouvi por meio deles. O aparelho como um todo é bastante leve, mas traz uma solidez necessária onde importa para garantir um encaixe justo, porém confortável. Talvez por estar acostumado com fones mais pesados, confesso que por duas vezes (ou até mais) cheguei a esquecer que estava usando o Recon 50, exceto pelo barulhinho chato de plástico se mexendo quando precisei ajustá-lo por algum motivo.

Quanto à qualidade de som, este sem dúvida era um dos pontos de maior apreensão para mim antes de começar a testagem deste produto. Isto porque, fones de ouvido abaixo da faixa dos R$ 500 são famosos por uma quase inaceitável baixa qualidade na reprodução sonora. Com certeza o Recon 50 não é o melhor fone no quesito qualidade sonora que eu já utilizei, mas fiquei muito surpreso com o grau de qualidade que encontrei nele. Geralmente, para disfarçar um sistema de baixa qualidade, alto-falantes de fones de entrada são carregados (até demais) nos graves e trazem agudos e médios com péssima amplitude. Aqui, felizmente, não foi o caso. Seja em jogos de corrida, tiro ou aventura, o Recon 50 reproduziu frequências sonoras bem definidas e uma equalização de som muito balanceada.

A parte que menos me agradou, com certeza foi o microfone. Em testes com partidas multiplayer em que tanto usei o fone, quanto pude ouvir outros o usando, devo dizer que o Recon 50 tem um microfone de qualidade aceitável. De maneira geral, notei uma certa dificuldade em lidar com a sibilância do som - que é aquele tipo de som reproduzido quando usamos palavras e frases carregadas com a letra “S”. Diferente de outros modelos da Turtle Beach, que trazem microfones rígidos e fixados no aparelho, gostei bastante da possibilidade de remover por inteiro o microfone do meu Recon 50, o que o fez chamar menos a atenção
nas ocasiões que o utilizei fora de casa.

Em termos de compatibilidade, apesar de ter recebido para testes a versão para Xbox One e Xbox Series S|X, posso afirmar que o Recon 50 performou com a mesma qualidade ao ser conectado tanto a um Playstation 5 quanto a um PC. Mesmo no meu iPhone 11, que não possui conector de 3,5 mm pude conferir com facilidade a qualidade do aparelho utilizando um adaptador para entrada lighting. Também não percebi quaisquer diferenças de qualidade de som ao utilizar o fone fora do ecossistema Xbox, o que é ótimo, já que por se tratar de um fone voltado a um público de menor poder aquisitivo, a versatilidade se torna uma enorme vantagem para este aparelho.

Por fim, devo dizer que se você é um gamer exigente, mas com pouca grana para investir, a Turtle Beach pode ter acabado de trazer para o Brasil o fone de ouvido dos seus sonhos. O Recon 50 é barato e faz algumas concessões na qualidade física de sua construção. Ao mesmo tempo, é um fone extremamente leve e que traz qualidade de ponta no que realmente importa para um jogador que busca fazer o máximo possível com o mínimo de gasto despendido. Esta é uma excelente opção de compra pra quem não gosta de errar na escolha de um bom produto.