PUBLICIDADE
NOTÍCIA

REVIEW: Nioh Collection

Com uma quantidade enorme de conteúdo, esta coleção serve não só ao fã da franquia, interessado em continuar jogando-a em seu novo PS5, como também ao jogador que não teve contato com nenhum dos dois títulos presentes no pacote

21:14 | 22/03/2021
The Nioh Collection está disponível exclusivamente para Playstation 4 e Playstation 5 (Foto: Divulgação)
The Nioh Collection está disponível exclusivamente para Playstation 4 e Playstation 5 (Foto: Divulgação)

The Nioh Collection é mais um de uma longa lista de relançamentos que estão cobrindo as lacunas deixadas por games adiados e ausentes na fila de novos títulos do Playstation 5. Entretanto, esta coleção busca inovar ao incluir o remaster de um game lançado a menos de um ano atrás, juntamente de um dos melhores títulos souls-like do PS4.

Com uma quantidade enorme de conteúdo, esta coleção serve não só ao fã da franquia, interessado em continuar jogando-a em seu novo PS5, como também ao jogador que não teve contato com nenhum dos dois títulos presentes no pacote, juntamente com todas as suas expansões, totalizando um bom custo-benefício.

Em relação à qualidade de cada jogo, ambos são ótimas opções para fãs de Dark Souls, Bloodborne, que encontram-se ávidos por mais do mesmo ou por uma versão mais rápida da dinâmica tradicional de um souls-like - similar a Sekiro - outro grande título desta categoria. Por não serem obras do estúdio From Software, responsável pelos games citados até aqui, muitos perderam a chance de experimentar o combate rápido e o cenário mitológico do Japão feudal na geração anterior. Talvez agora, em meio a um calendário ainda raso de opções para o novo console da Sony, fãs da marca possam resgatar as qualidades presentes em Nioh e Nioh 2.

Tanto o game original quanto sua continuação apresentam inúmeras similaridades, mas Nioh 2 claramente é uma tentativa de corrigir os erros e limitações presentes no primeiro da série. Pequenas, mas relevantes adições da sequência tornaram suas mecânicas mais simples de entender e manipular, sem terem tornado o nível de dificuldade menos intenso e desafiador. Ademais, Nioh 2 traz uma maior variedade de inimigos e cenários mais rebuscados e interessantes. O que não tira o brilho do primeiro Nioh, que mesmo complexo, funciona bem como uma introdução à franquia.

Evidentemente, o maior problema com esta coletânea não se encontra em nenhum dos dois contidos nela, mas sim o seu preço de etiqueta e o fato de que tanto Nioh quanto Nioh 2 estão disponíveis separadamente por valores menores que o preço do conjunto. Para aqueles que não conhecem a franquia, é difícil recomendar um investimento superior a 300 reais por um produto que pode não agradar por elementos que são parte de sua identidade. São várias centenas de horas de conteúdo que simplesmente podem ser desperdiçadas caso o jogador não tenha interesse na íngreme curva de aprendizado ou nos obstáculos desafiadores presentes nos dois títulos. Ademais, aos que já possuem um dos dois jogos, a ausência de melhorias gráficas significativas ou conteúdos adicionais - além das DLCs já lançadas - podem fazer com que haja pouco incentivo à compra da coleção.

A coleção traz algumas funcionalidades junto ao controle DualSense que, de tão singelas, podem passar despercebidas. Os gatilhos resistivos oferecem algum nível de realismo ao oferecerem resistência no uso de armas de longo alcance e é praticamente isso. Até mesmo a promessa de desempenho em termos de tempo de carregamento pouco importa, uma vez que as versões de PS4 dos dois jogos trazem resultados similares ao rodarem no novo console.

Em relação a avanços significativos, o maior deles é a inclusão de dois modos que permitem rodar o game em uma resolução mais alta ou em 60 quadros por segundo. Ademais, há uma opção para desbloquear até 120 quadros de performance que funciona muito bem em TVs compatíveis com a tecnologia. Apesar disto, a verdade é que há pouca diferença visual e de jogabilidade significativa entre as versões remasterizadas e originais quando reproduzidas em um PS5. Ademais, proprietários de Nioh 2 ainda recebem a chance de atualizarem para a versão de Playstation 5 sua cópia do jogo, caso a tenha comprado para o Playstation 4.

Desta maneira, apesar de ainda se tratar de um excelente pacote, The Nioh Collection é indicado a uma parcela bem específica do público gamer. Àqueles que não tiveram contato com nenhum dos dois games, mas que buscam por uma alternativa aos souls-like mais famosos do mercado, esta é uma maneira simples (apesar de cara) de garantir horas de desafios e diversão em um só pacote.

The Nioh Collection agrega dois grandes títulos e seis expansões em um pacote abarrotado de conteúdo. Apesar das muitas alternativas para aproveitamento do conteúdo aqui reunído e a ausência de grandes avanços que os separem das versões anteriores já existentes, esta coletânea serve como forma de chamar a atenção para games pouco aproveitados da geração atual ou, pelo menos, como economia de espaço na prateleira de jogos.

The Nioh Collection está disponível exclusivamente para o Playstation 4 e Playstation 5.