PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Preview: It Takes Two

O game de plataforma mantém a tendência do estúdio Hazelight, vista em Brothers: A Tale of Two Sons e em A Way Out, de exigir dois jogadores simultâneos para ser jogado

21:34 | 22/03/2021
It Takes Two é uma adorável aventura em casal a ser lançada ainda este mês (Foto: Divulgação)
It Takes Two é uma adorável aventura em casal a ser lançada ainda este mês (Foto: Divulgação)

À convite da Eletronic Arts tive a oportunidade de jogar o novo título de Josef Fares — designer de games sueco-libanês — que marcou história na indústria em sua participação na premiação The Game Awards de 2017 ao comparar de maneira inusitada o evento à premiação do Oscar. It Takes Two traz também uma relação inusitada com o mundo do cinema. Apesar de ser mais um título cooperativo criado por Fares e seu estúdio, o game se diferencia por tentar ser uma comédia romântica clássica, só que totalmente interativa.

O game de plataforma mantém a tendência do estúdio Hazelight, vista em Brothers: A Tale of Two Sons e em A Way Out, de exigir dois jogadores simultâneos para ser jogado. Uma oferta arriscada em tempos de pandemia, mas que Fares acredita ser fundamental, especialmente em It Takes Two. Isso porque o foco da narrativa do jogo se dá entre um casal em crise, que através do trauma e imaginação de sua filha ganham a chance de consertarem seu relacionamento.

Josef Fares no The Game Awards 2017
Josef Fares no The Game Awards 2017 (Foto: Reprodução/The Game Awards)

Cody e May — pais da pequena Rose — são convertidos magicamente em bonecos e partem na missão de reaver sua humanidade por meio da ajuda do Dr. Hakim, um livro de conselhos amorosos falante. Com muito humor, a dupla de jogadores é jogada em situações fantásticas em cenários típicos de um filme como “Querida, Encolhi as Crianças” e que expõe de maneira interessante detalhes da vida do casal, uma vez que - até onde joguei durante o evento de demonstração - o game se passa na casa da família.

O apelo de It Takes Two é bastante amplo, uma vez que sua temática é familiar a todos. Entretanto, as mecânicas de jogo, apesar de simples, exigem competências que nem todos aqueles que se interessarem pelo game terão desde o início. Isso me deixou apreensivo por achar que talvez o game tenha um foco difuso com relação a quem é seu público-alvo. Talvez jogos inspirados em comédias românticas não sejam comuns pois não tem um nicho de mercado que claramente os deseje atualmente. Em todo o caso, me diverti bastante com a experiência de controlar cada um dos personagens alternadamente.

É possível jogar tanto localmente quanto pela internet e, mais uma vez, a Hazelight permite que seu game seja jogado online por duas pessoas com apenas uma cópia do game, por meio da funcionalidade Remote Play Together. Não pude testar a qualidade da conectividade online, mas se o título anterior do estúdio — A Way Out — servir de indicação, não haverá muitos problemas ao se tentar jogar com um amigo pela internet quando o game for lançado.

It Takes Two será lançado dia 26 de março deste ano para PC, Xbox One, Xbox Series X|S, Playstation 4 e Playstation 5. Aguardem uma análise completa do título nesta coluna perto da data de lançamento.