PUBLICIDADE
Política
LAVA JATO

Delação da JBS pode atingir Lula, Dilma, Renan e Serra, diz blog

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, estão há meses gravando interlocutores e pautando monitoramentos da Polícia Federal, segundo o Estadão

23:09 | 18/05/2017

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e o ex-chanceler e ex-presidenciável José Serra (PSDB) são os próximos a serem atingidos pelas delações da JBS, a partir desta sexta-feira, 18, segundo informação divulgada em blog do Estadão, assinado pela jornalista Eliane Cantanhêde.

O conteúdo é considerado "mais devastador" do que a delação dos executivos da Odebrecht, tendo em vista que os membros da empreiteira decidiram fazer delação premiada depois de presos, já com capacidade limita de produzir novas provas contundentes. Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, estão há meses gravando interlocutores e pautando monitoramentos da Polícia Federal, diz o Estadão.

A gravação da conversa entre Joesley e o presidente Michel Temer atingiu em cheio a estabilidade do governo do peemedebista.

 

Redação O POVO Online