PUBLICIDADE
Brasil
PELO FACEBOOK

Mais de 10 mil internautas confirmam presença em evento de apoio a sírio hostilizado no Rio

O ato de solidariedade acontecerá neste sábado, 12, entre as 9 às 18 horas, na rua Santa Clara, próximo à avenida Nossa Senhora de Copacabana e ao local de trabalho do estrangeiro. O evento foi criado por Everson Martins

19:41 | 11/08/2017

O encontro já tem mais de 10 mil pessoas confirmadas e o número pode ser ainda maior, pois 32 mil pessoas também demonstraram interesse em marcar presença (Foto Reprodução / Facebook)
 

Está marcado para este sábado, 12, o evento “Comer esfiha na barraca do Mohamed” em apoio ao comerciante sírio Mohamed Ali Abdelmoatty Ilenavvy, de 33 anos, hostilizado enquanto vendia comidas típicas de seu país, na semana passada, em Copacabana, Rio de Janeiro.

O ato de solidariedade acontecerá entre as 9 às 18 horas, na rua Santa Clara, próximo à avenida Nossa Senhora de Copacabana e ao local de trabalho do estrangeiro. Criado pelo internauta Everson Martins pelo Facebook, o encontro já tem mais de 10 mil pessoas confirmadas e o número pode ser ainda maior, pois 32 mil pessoas também demonstraram interesse em marcar presença.

Conforme O Globo, no começo desta semana, o número de pessoas que já haviam confirmado presença, quando o evento ainda se chamava “Não queremos guerra, queremos esfirra!”, era de 6 mil participantes, com pouco mais 18 mil interessados.

Na ocasião, o vendedor de esfirras ganhou uma moção (espécie de diploma) por iniciativa do vereador Marcelo Arar (PTB). Ele esteve na Câmara Municipal com a mulher, a carioca Thais de Almeida, de 39 anos (rebatizada de Fátima ao se converter ao islamismo) e o filho do casal, Ali, de três meses.

Redação O POVO Online