PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Oposição a Temer vai procurar PSDB sobre proposta de eleições diretas

01:30 | 19/06/2017
Humberto Costa:
Humberto Costa: "sinalização" FÁBIO POZZEBOM/ABR

 

A oposição ao Palácio do Planalto, motivada pela entrevista de Joesley Batista e ainda pelas consequências da fala do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, quando pediu a renúncia de Michel Temer, deverá iniciar as primeiras interlocuções com o PSDB ainda hoje pelas diretas.

De acordo com o líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT), os partidos PT, PSB, PCdoB, PSOL e PDT esperam atrair cerca de 30 parlamentares tucanos que simpatizam com a proposta e marcham pelo desembarque do governo, os “cabeças pretas”.

“Temos um núcleo muito forte pelas diretas e vamos dialogar com o PSDB. A fala do FHC pode pressionar o desembarque”, disse.

O senador Humberto Costa (PT-PE) acredita que a entrevista do empresário, em que reafirma as acusações a Temer, podem facilitar o desembarque do PSDB e o início desse diálogo. “Já há diversos partidos avaliando a saída de imediato. Eu acho (a fala do FHC) que é uma boa sinalização”, afirma.

O início dessa articulação se dará em uma reunião com líderes petistas e o ex-presidente Lula por volta das 9h30 de hoje, em São Paulo. (Wagner Mendes)