PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Flamengo arranca um empate contra o Fluminense no final da partida

O Fluminense não segurou o Flamengo e cedeu o empate em 2 a 2 no final do jogo. Uma escrita que vem se repetindo desde a final do Campeonato Carioca

01:30 | 19/06/2017


O meia Diego, apagado na partida, fez um dos gols para o Flamengo no segundo tempo 
GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO
O meia Diego, apagado na partida, fez um dos gols para o Flamengo no segundo tempo GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Um gol aos 49 minutos do segundo tempo garantiu, ontem, no Maracanã, o empate por 2 a 2 no clássico entre Fluminense e Flamengo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo movimentado, especialmente no segundo tempo, a equipe de Abel Braga parecia que encerraria a incômoda sequência sem vitórias. Até o chute preciso de Trauco garantir a igualdade ao time de Zé Ricardo.

 

O resultado, contudo, não foi bom para nenhuma das equipes. O Fluminense chegou à quarta partida sem vitória e segue nas posições intermediárias da tabela de classificação, com os mesmos 11 pontos do Flamengo, que continua sem engrenar na competição nacional.

Pelo Brasileirão, o Fluminense volta a jogar novamente na quarta-feira, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. Já o Flamengo enfrenta a Chapecoense na quinta-feira, no estádio Luso Brasileiro, agora apelidado de Ilha do Urubu, no Rio.

Aos 36 minutos do primeiro tempo, Thiago cruzou e Wendel marcou. A zaga parou, o volante apareceu sozinho e cabeceou na trave. Como ninguém o acompanhou, ele pegou o rebote e abriu o placar. Foi o seu segundo gol como profissional. E o segundo contra o Flamengo.

Perdendo, o Flamengo começou o segundo tempo pressionando até que, aos nove, aproveitando bate-rebate na área, Diego empatou.

&nsbp;

A pressão seguiu após o gol. Mais organizado atrás e incisivo ofensivamente, o Flamengo quase chegou a virada aos 16, quando Trauco recebeu de Diego e chutou. Júlio César espalmou e, no rebote, com o goleiro caído, Everton cruzou e ninguém completou.

O movimentado segundo tempo também teve uma substituição inesperada: o árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo sentiu uma lesão na perna e o assistente adicional Flávio Rodrigues de Souza assumiu o posto.

O novo árbitro teve participação decisiva aos 35, quando Richarlison invadiu a área, foi derrubado por Juan e Flávio assinalou o pênalti. Na cobrança, Henrique Dourado colocou o Fluminense em vantagem.

O Flamengo pressionou nos minutos finais, mas o Fluminense se segurava bem. E, já aos 49, quando o duelo parecia liquidado, Trauco recebeu passe, arriscou de longe e a bola entrou no canto Um belo gol para coroar o empate no estádio Maracanã.