PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Empresa alemã está interessada no Aeroporto de Fortaleza

Conforme embaixador da Alemanha no Brasil, a empresa aguarda o leilão, marcado para 16 de março

01:30 | 27/01/2017
Em conversa com o governador Camilo Santana, Witschel apontou áreas de interesse DIVULGAÇÃO
Em conversa com o governador Camilo Santana, Witschel apontou áreas de interesse DIVULGAÇÃO

Átila Varela

atilavarela@opovo.com.br

A empresa alemã Frankurt Airport Services Worldwide (Fraport), está interessada no edital de licitação do Aeroporto Pinto Martins. A informação foi confirmada ontem pelo embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, em encontro realizado na Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

“A Fraport está interessado no leilão do Aeroporto de Fortaleza. Estamos esperando o leilão do Governo Federal”, destacou. O certame será realizado no dia 16 de março. Ano passado a empresa chegou a comunicar, por meio do presidente-executivo Stefan Schulte, a intensão de fazer ofertas pelos aeroportos de Fortaleza e Salvador. No entanto, a Fraport resolveu manter o foco de investimentos na Grécia.

A Fraport opera 14 aeroportos no mundo, inclusive o de Frankfurt. A empresa atua, além da Grécia, nos Estados Unidos, Índia, Rússia, Bulgária, Peru, China, Turquia e Eslovênia. No Brasil, a companhia chegou a disputar o leilão do aeroporto de Guarulhos (parceira com a Ecorodovias), em São Paulo no ano de 2011, mas não teve o lance aprovado.

O embaixador Georg Witschel também esteve reunido ontem com o governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, para discutir eventuais parcerias. “A minha visita é mais de cortesia. Não temos uma agenda fechada, mas tenho interesse na situação do Ceará, sobretudo a seca, a área de infraestrutura, além dos mais importantes desafios e oportunidades econômicas e ecológicas do Estado”, destaca o embaixador.

Segundo ele, existem formas de cooperação entre institutos de inovação e universidades entre Brasil e Alemanha. “Vemos um potencial de colaboração mais estreita entre a Alemanha e o Ceará e oportunidades de investimentos para empresas alemãs”, ressalta.

Energias renováveis

Camilo Santana publicou, em sua página no Facebook, a possibilidade de investimentos alemães em energias renováveis. “Ele (o embaixador) demonstrou o interesse de empresas alemãs em investir em nosso Estado, principalmente na área de energia eólica”.

 

No ano passado, uma comitiva formada por cônsules alemães visitaram o Ceará. Na ocasião, foram apresentadas ações de interesse tecnológico, especificamente em pesquisas desenvolvimento em energia solar, eólica e dessalinização da água do mar. Houve tratativas de desenvolvimento de projetos a criação do museu de arqueologia e geologia da região do Cariri, além de parcerias de intercâmbio universitário.