PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Regulamentação do Parque do Cocó: Uma conquista histórica para os cearenses

17:00 | 03/06/2017

CAMILO SANTANA Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, os cearenses terão à disposição, dentro de nossa Capital, um dos maiores parques urbanos do Brasil, devidamente regulamentado. Do Anel Viário, na divisa entre Fortaleza e Maracanaú, até a foz do rio Cocó, na Sabiaguaba, serão 1.571 hectares. Num momento em que as discussões sobre a importância da preservação ambiental são cada vez mais necessárias, a regulamentação do Parque do Cocó representa um marco histórico para o Ceará e um presente para todos nós cearenses.

Além de ser uma luta que já dura pelo menos quatro décadas - e atravessa governos -, trata-se de uma grande vitória, especialmente do povo de Fortaleza, que durante muitos anos viu a degradação ambiental ameaçar uma de suas maiores riquezas naturais. 

Nos últimos dois anos, construímos a regulamentação do parque com muita responsabilidade, segurança e diálogo com vários setores da sociedade. Envolvemos a Prefeitura de Fortaleza, a União, a iniciativa privada e o Fórum Permanente pela Regulamentação do Cocó, que reúne 25 entidades, entre públicas e não-governamentais. Ouvir todos os setores foi fundamental para chegarmos a esse tão sonhado dia com a certeza de que o melhor possível foi efetivamente feito. 

Após a regulamentação assinada, os 1.571 hectares do parque ficarão mais protegidos das ações predatórias, como as construções irregulares e ocupações desordenadas. Serão desenvolvidos novos projetos que preveem calçadões e ciclovias para que a população possa contemplar e usufruir de cada espaço da melhor maneira. É importante que as pessoas se apropriem, ocupem e, sobretudo, cuidem do parque, um verdadeiro patrimônio ambiental da cidade e do estado do Ceará. 

E, pouco a pouco, já temos visto que o cearense tem desenvolvido esse sentimento de pertencimento do Parque do Cocó. Através das melhorias que o Governo do Estado vem realizando desde 2015, milhares de pessoas já estão transformando o parque numa espécie de quintal de casa. Hoje podemos ver, além das atividades esportivas, famílias inteiras desfrutando de cada espaço verde. 

Por meio da Secretaria do Meio Ambiente, criamos o Pacto pelo Cocó e realizamos ações para recuperar o rio, em toda sua extensão. Também, em parceria com instituições como Fiec e Fecomércio, foi criado o Programa de Valorização das Espécies Vegetais Nativas. 

 

Além disso, foi iniciado o plantio de mais de 40 mil mudas em áreas que estavam comprometidas pelo desmatamento, também em parceria com a iniciativa privada. Realizamos, ainda, melhorias em acessibilidade, iluminação e reforma do anfiteatro e das trilhas. 

 

Começamos o projeto Viva o Parque, que oferece aos domingos atividades gratuitas para as famílias. Tudo para proporcionar mais conforto, lazer e segurança aos visitantes.

Somos abençoados por ter dentro de Fortaleza essa mensidão verde, linda, pulsante, que precisa ser cada vez mais preservada e utilizada por todos. Fortaleza e o Ceará merecem esse presente. O Cocó pertence ao povo. CAMILO SANTANA, governador do Estado do Ceará