PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Legado científico para o Brasil

01:30 | 13/07/2017

O Ceará está dando um legado científico para o Brasil. Foi trazida para cá uma ideia inovadora e a universidade transformou essa ideia em um bem social. Isso é o que justifica ter um centro de pesquisa como o Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), com pesquisadores abalizados. Essa ideia (do uso da pele de tilápia no tratamento de queimaduras) foi do doutor (cirurgião) Marcelo Borges (de Pernambuco), só que ele passou três anos no Recife atrás de quem acreditasse nele e ninguém acreditou. Quando ele veio para cá, eu acreditei, a Enel acreditou e transformamos uma ideia num bem social tangível. As universidades deveriam abrir as portas para isso.

 

Odorico de Moraes, diretor do Banco de Pele Animal