PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Tradições do mês de junho pelo mundo

17:00 | 17/06/2017

Junho chegou e com ele as comemorações de São João! Nesta época, enfim, temos a oportunidade de se deliciar com muitos pratos tradicionais.

Mas como será que essa tradição é comemorada em outros locais do mundo? Na Europa o evento culmina na celebração do solstício de verão, o dia mais longo do ano.

Na Polônia, assim como a figura do caipira está para a nossa comemoração, o pirata está para a versão polonesa. A festa começa às 8h da manhã do dia 23 e não tem hora para acabar. As fantasias são livres, o que interessa é se divertir e comemorar o dia mais longo do verão. A celebração já entrou no calendário oficial da cidade de Varsóvia. Quem rouba a cena nas mesas é o morango e diversos preparos à base de batatas. Na Espanha, mais exatamente em Barcelona, que também tem esse dia como o mais longo do ano, a comemoração acontece por todas as partes. Nas praças e praias, fogos de artifício e fogueiras fazem parte do cenário de madrugada, à espera do sol nascer. A dica é assistir nas partes altas da cidade, o espetáculo também é lindo e quem já participou afirma que tem um clima mágico. O alimentos servidos incluem tudo que a primavera traz de novo e fresquinho.

Em Portugal, a festa é chamada de Festas dos Santos Populares, porque junta São João, Santo Antônio e São Pedro. O arraial é sucesso garantido, acompanhado de sardinhas assadas. Em homenagem a Santo Antônio, cerca de 200 a 300 casais se casam todo ano em uma gigante cerimônia.

No Porto, a festa é tão grande que já foi comparada ao Carnaval de Salvador.

Na bela Ucrânia, a festa de Ivana Kupala (João Batista) é conhecida como a mais importante de todas as festas ucranianas de origem pagã e vai desde 23 de junho até 6 de julho. É um rito de celebração pelo verão, que foi absorvido pela Igreja Ortodoxa. Muitos dos rituais das festas juninas ucranianas estão relacionados com o fogo, a água, fertilidade e auto-purificação. As moças colocam guirlandas de flores na água dos rios para dar sorte. É bastante comum também pular as chamas das fogueiras.

As festas juninas eslavas inspiraram o compositor Mussorgsky para sua famosa obra “Noite no Monte Calvo”. Bolos com uvas passas roubam a cena nestes festejos.

Aqui mesmo fico muito feliz com a chegada do pé de moleque que deveria, por lei, ser produzido o ano todo. Viva Junho !

Cena da festa Ivana Kupala, tradição da Ucrânia
Cena da festa Ivana Kupala, tradição da Ucrânia
A Polônia celebra o dia mais longo do verão
A Polônia celebra o dia mais longo do verão