PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

O mesmo caminho de sempre...

01:30 | 19/05/2017
APELO PRA VOLTAR AO CASTELÃO

HÁ oito longos anos a cantilena é a mesma, sem que o Fortaleza saia do inferno da Série C. Em vão. Este ano começou perdendo, porém fora, prenúncio nada alentador.

CAMINHADA apenas começa. Qualquer previsão será, no mínimo, temerária. Em futebol toda aposta é duvidosa. E o que é certo nem sempre funciona. Que graça teria?

DIFERENÇA em relação ao Tricolor é a de que de uns anos pra cá sempre morre na praia do mata-mata. Esta palavra, além de maldita, faz tremer os alicerces do Pici.

HOJE, cedo da noite (19 horas), marca estreia em jogos locais contra o Botafogo-PB. A diferença é a de que será no PV, onde o Tricolor não atua há mais de um ano.

ARGUMENTO de que o PV, torcedor mais próximo pode amedrontar o adversário também não convence. Esta faca tem dois gumes amolados. Pode fazer a diferença. Pode não valer de absolutamente nada.

O SERMÃO E O APELO

. PRAXE de quando o time não anda bem numa competição diretoria entra em ação fazendo sermão de alerta é tão velha quanto a lenda dos dinossauros.

. ROBINSON de Castro, pra não ser acusado de pecar por omissão, reuniu os atletas alvinegros e tome falatório.

. TEMA é o mesmo. Tom da prosa também. Dois tropeços seguidos, um leve puxão de orelhas por enquanto não dói.

. ESTE tipo de conversa, por vezes cansativa, pois samba de uma nota só, atletas estão cansados de ouvir.

. SÓ que desta vez houve algo diferente. Palavra facultada a Magno Alves, líder da turma, fez um apelo dramático.

. QUAL? Que a diretoria visse com bons olhos a volta ao Castelão, fugindo do PV, onde eles não se sentem bem.

. MAGNATA não foge à regra dos demais. Tem pavor a xingamentos do torcedor azucrinando-lhe os ouvidos.

. PRESIDENTE alvinegro teve saída política. Aquela do tempo do ronca: analisará o apelo etc e tal.

PONTA DE LANÇA

OBRIGAÇÃO de vencer nem tanto, mas de não dar vexame esta obrigação o Fortaleza tem hoje. /// DE um paraense ao pé do ouvido: se o Leandro Cearense não perder tanto gol pode ser a solução. Se continuar com a mania de perder, o torcedor logo pegará no pé. /// AUTOR da pixotada em Belém, Heitor fora do jogo de hoje, livrou-se de ser vaiado pela inflamada torcida tricolor. /// VOLTA de Lúcio Flávio. Nada contra. Só que melhor que o Zé do Gol não é nunca.

BOA nova no Ceará, anunciada ontem, é a recuperação de Ricardinho. Deve voltar contra o Náutico. Até aí tudo a favor. O que ele precisa provar, e já deve, é a de que retorno ao Ceará como grande atração justifica sua volta. Por enquanto não jogou nada

ALAN NETO