PUBLICIDADE
Futebol
LIGA DO NORDESTE

Carmélio minimiza saída de pernambucanos e vai tentar vaga para o Fortaleza: "Se tiver chance, vou brigar"

16:54 | 03/07/2017
Presidente Mauro Carmélio participa de reunião na CBF
Mauro Carmélio participa de reuniões na CBF. Foto: Mateus Dantas

O anúncio das saídas de Sport e Náutico da Liga do Nordeste, nesta segunda-feira, 3, segue repercutindo. Como O POVO antecipou, os clubes estão se desfiliando porque estão insatisfeitos com o calendário, fórmula de disputa e repasse financeiro, especialmente.

Porém, o presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, que está participando de reuniões na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), minimizou o fato, que não necessariamente significa que os clubes estarão fora da Copa do Nordeste 2018.

“Eu não acredito na saída dos pernambucanos. Isso é choro. A desfiliação da Liga do Nordeste não implica em perder vaga na Copa do Nordeste, porque a competição é da CBF, a Liga é responsável só pela parte financeira. Tem clube que participa (do campeonato) que não é filiado, como Sampaio Corrêa-MA e River-PI”, disse ele, explicando ainda a situação do Sport.

“O próprio Conselho Deliberativo do Sport já entrou em contato com o pessoal aqui da CBF, se manifestando, dizendo que para abrir mão da vaga tem que ter o aval do Conselho”.

FORTALEZA PODE FICAR COM A VAGA?
Sobre a possibilidade do Fortaleza ficar com a vaga, o presidente da FCF foi taxativo. "Se tiver chance, eu vou brigar por isso", afirmou, com o argumento de que é preciso um clube de "maior peso" para participar da competição.

“Eu não aceito entrar um clube pequeno tendo time de camisa de fora, como Fortaleza, América-RN, Moto Club-MA. E eu já disse lá (na reunião que teve na CBF pela manhã, sobre o assunto)”.