Transporte de Bike 19/04/2016 - 17h43

Como levar a bike no carro

Aderiu à bicicleta? Que bom! Mas você sabe a forma correta de transportar a magrela no carro?
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19007, 'email': 'lucianasantos@opovo.com.br', 'nome': 'Lua Santos'}
Lua Santos lucianasantos@opovo.com.br

Uma nova realidade em Fortaleza é o aumento da popularidade das bicicletas. Circular pelas ciclofaixas – quando disponíveis – e trafegar sempre seguindo o mesmo sentido da via são regras de trânsito já absorvida pelos ciclistas. Mas quando é preciso transportar a magrela de um local a outro, nem todos sabem ao certo a forma correta de afixa-las nos automóveis.

Segundo uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em 2010, a bicicleta deverá ser afixada ou acondicionada de modo que não coloque em perigo as pessoas dentro ou fora do veículo, muito menos cause qualquer tipo de dano a propriedades públicas ou privadas ou, ainda, arrastem ou caiam na via. É preciso observar se a magrela não está atrapalhando a visibilidade do veículo ou encobrindo luzes de alerta, e claro, a placa do mesmo.

Há três formas de se transportar uma bicicleta de forma correta:

No teto do carro
É preciso que ela seja afixada em um suporte próprio. Não se esqueça de verificar a altura total do veículo (veículo + suporte + bicicleta) para não se enroscar em placas de sinalização, garagens, pontes e passarelas, entre outros limites.

Na traseira do veículo
Não é permitido cobrir a placa e as luzes da lanterna. Caso seja impossível, instale luzes e placas sobressalentes, presas ao suporte. E o suporte não pode ultrapassar a largura do veículo. Desmonte alguma parte da bicicleta, como retirar uma das rodas, para que a largura fique igual.

Dentro do carro
Certifique-se de que todas as peças móveis estão bem presas e que a magrela está bem amarrada ao veículo. Assim, em caso de colisão acidental, não há risco dela ou de alguma peça se soltar e ferir algum dos integrantes do veículo. Em caso de caçambas, é preciso observar as mesmas regras de transportar a bike no teto: utilizar suporte próprio e não se esquecer de considerar a altura total ao passar em vãos.

Multa
Em casos de luzes ou placas encobertas, a ingração é considerada gravíssima, somando sete pontos à carteira de habilitação. Já transporte de objetos maiores que o veículo, a infração é considerada grave, com cinco pontos a mais na carteira. Já objetos soltos no interior do veículo caracterizam infração gravíssima, somando mais sete pontos na CNH, portanto, prenda bem a bicicleta e suas peças.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Teaser da nova revista O POVO Norte play

Teaser da nova revista O POVO Norte

anterior

próxima

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS