Saúde Bucal 13/09/2016 - 14h45

Dez mitos e verdades sobre as cáries

A cárie é uma lesão no esmalte que reveste o dente e protege sua polpa e sua dentina. Tire suas dúvidas sobre a doença que, em casos extremos, pode levar à perda do dente
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19007, 'email': 'lucianasantos@opovo.com.br', 'nome': 'Lua Santos'}
Lua Santos lucianasantos@opovo.com.br
LOGVINYUK YULIIA/Shutterstock

Adultos e crianças devem ter sempre cuidados com os dentes a fim de evitar a tão temida cárie. A cirurgiã-dentista e professora da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD), Katia Izola, explica dez mitos e verdade sobre essa lesão que, quando não cuidada, causa dor e mau hálito, e, em casos mais graves, pode levar à perda do dente.

1. O açúcar é o grande vilão dos dentes?
Não necessariamente. A cárie é causada pelos ácidos produzidos pelas bactérias na boca. Então, a ingestão de qualquer tipo de carboidrato leva a esse processo.


2. Crianças têm mais cárie do que adultos?
Não. A adição de flúor na água tratada e o uso de selantes reduziu dráticamente a cárie em crianças em idade escolar. Entretanto, a doutora Katia destaca ainda o aumento das cáries em idosos. “muito provavelmente porque alguns dos medicamentos de uso contínuo produzem o efeito de ‘boca seca’ que, por sua vez, aumenta a população de bactérias na boca”.

3. Refrigerante estraga os dentes?
Sim. “O que estraga os dentes é ingerir muitas bebidas e alimentos ácidos. Isso inclui desde sucos de frutas cítricas, até refrigerantes e bebidas esportivas”, destaca a cirurgia-dentista. Ou seja, uma dieta equilibrada é fundamental para manter os níveis de ácido na boca saudáveis.

4. Toda cárie provoca dor?
Não. “Em muitos casos, pontos pretos que vão se transformar em cárie ou ainda pequenas lesões são identificadas durante o check up odontológico sem que a pessoa tenha se queixado de dor.” Quando acontece a dor, é porque a cárie já se intensificou por tempo o suficiente até atingir o nervo do dente.

5. Quem usa aparelho tem mais cárie?
Sim e não. O uso de aparelho fixo faz com que a pessoa precise redobrar os cuidados com a higiene, visto que os alimentos acabam ficando presos entre as peças metálicas. “Como a falta de escovação adequada está diretamente ligada ao surgimento de cárie, é claro que essa pessoa estará mais sujeita a esse e outros tipos de doença do aparelho mastigatório” aponta Kátia.

6. Uma vez tratada, a cárie não surge mais?
Sim. “Quando tratamos uma cárie, restauramos a cavidade do dente com uma resina que tem determinada expectativa de vida útil e precisa ser trocada depois de alguns anos. Nesse exato ponto não vai mais surgir outra cárie. Porém, se o paciente continuar a cuidar mal da higienização bucal, poderá surgir uma nova cárie ao lado ou em torno da antiga”, reforça a dentista.

7. Preencher a cavidade com aspirina ajuda a reduzir a dor de um dente cariado?
Não. De acordo com a cirurgiã-dentista, este tipo de tratamento caseiro não só é desaconselhável como pode agravar o problema. “Primeiramente, porque para surtir efeito contra a dor é preciso ingerir a aspirina. Depois, esse medicamento é ácido e sabemos que a acidez contribui ainda mais para a formação de cárie.”

8. Bolachas e salgadinhos provocam cárie?
Sim. Este tipo de alimento, além de não ser saudável, aumenta a acidez da boca, o que favorece o surgimento da cárie. Além disso, eles ainda são de difícil remoção, mesmo com a escovação, porque preenchem todos os espaços da boca.

9. Dentes sensíveis geralmente têm cárie?
Não necessariamente. A sensibilidade nos dentes pode ser provocada pelo desgaste do esmalte. Esse desgaste, por sua vez, pode ser causado por fatores que vão desde o uso de força excessiva na escovação, pela ingestão de bebidas e alimentos ácidos que correm o esmalte ou, ainda, a ingestão de determinados medicamentos e doenças como a bulimia e o refluxo gastresofágico.

10. Escovar bem os dentes é a melhor forma de evitar cárie?
Sim. Combinar a escovação correta, o uso de fio dental e uma alimentação saudável ainda é a forma mais eficiente de evitar as cáries.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima