Atividades físicas 09/09/2016 - 14h52

Crossfit: o corpo em sua melhor forma (parte 2)

Confira como escolher o local ideal para a prática da atividade e os resultados que ela pode apresentar
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18779, 'email': 'larissaviega@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Viegas'}
Larissa Viegas larissaviega@opovo.com.br
Fotos: Ethi Arcanjo

Conhecer o box (espaço) é o primeiro passo para quem quer praticar crossfit. Além deles, outros também devem ser tomados, garantindo, assim, não só a segurança, mas também uma evolução de maneira saudável. Confira agora algumas dicas para praticar corretamente a atividade:

Infográfico: Carlos Weiber
Infográfico: Carlos Weiber

A evolução

O desenvolvimento dos praticantes de crossfit é variável, porém, se vê bastante algumas mudanças nos primeiros meses:
Primeiro mês – Aprende-se técnicas e movimentos e, assim, há uma adaptação ao crossfit. Os que não praticam nenhuma atividade física ficam um pouco mais doloridos, “porque você está mudando a sua atividade”, diz Desirée.
Segundo e terceiro mês – É detectado um ganho de força.
A partir do quarto mês – Os resultados começam a ser efetivados. “Atividade física é regularidade, então você vai ter melhora da sua composição corporal, baixa de gordura, aumento de massa muscular”, completa Desirée.
Entretanto, deve-se levar em conta que os resultados aparecem de acordo com cada pessoa, seguindo sua mecânica e resistência. O desenvolvimento de cada praticante deve ser anotado e analisado diariamente pelo coach.

Competições

Existem dois tipos de alunos: os das turmas regulares, que procuram sair da mesmice da musculação ou de qualquer outra atividade em busca de uma melhor qualidade de vida e uma maior resistência; e o público que começou a enveredar para as competições. “Depois de três meses, os alunos fazem testes para saber se têm condições de treinar mais forte para competir ou não”, explica Cris.

Já Desirée não recomenda as competições para quem tem menos de seis meses de treinamento. “Se ele não se conhece ainda e não domina as movimentações, nas competições você acaba fazendo mais, tendo que aguentar uma carga maior. Para competir, você precisa preencher pré-requisitos de domínio de movimentação”, afirma.

Leia a primeira parte da reportagem “Crossfit: o corpo em sua melhor forma” aqui.

 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima