Saúde & Beleza 09/08/2016 - 17h52

Pequenos notáveis

Os grãos, até pouco tempo, sem muitos destaques nas prateleiras dos supermercados e das lojas de produtos naturais, são hoje estrelas. O que será que eles têm de tão importante?
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18779, 'email': 'larissaviega@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Viegas'}
Larissa Viegas larissaviega@opovo.com.br
Foto: shutterstock

Aveia, chia, linhaça, gergelim e quinoa. Há alguns anos, eles eram meros coadjuvantes de receitas e dietas. Porém, de uns anos para cá, esses pequenos ingredientes foram alvo de pesquisas e estudos. O resultado? Tesouros da alimentação, que têm o poder de prevenir doenças e auxiliar em tratamentos diferenciados. Cumprindo cada um a sua função, os grãos são hoje os queridinhos de quem estimula e procura uma vida mais saudável. Confira agora todos os benefícios que cada um tem a oferece.

No dia a dia
Assim como qualquer outro alimento, a recomendação diária de quantidade ou porção de grão varia de acordo com a idade e se o paciente possui alguma patologia específica. “Por isso é importante procurar um nutricionista funcional antes de introduzir os grãos na sua rotina alimentar”, esclarece a nutricionista Raissa.

O uso de cada um é bem versátil. Sucos, frutas, saladas, doces, sopas, iogurtes, bebidas vegetais (como o leite de aveia), cookies, bolos e pães, substituindo a farinha de trigo. Conforme explica Raissa, “não existem dietas específicas para esse tipo de alimento. Todas elas devem conter uma boa quantidade de grãos e fibras”.

A forma mais indicada para consumir os grãos é na sua forma mais natural, para não haver a perda de nenhum nutriente. A chia e a linhaça são opções mais saudáveis que a farinha. Já a aveia deve ser ingerida na forma de farelo, por ser mais rico de beta-glucanas. Na falta, escolha a aveia em flocos. A quinoa, por sua vez, possui uma variação menor, sendo benéfica na forma de grãos ou flocos.


Bom pra quê?
Ricos em fibra, os grãos melhoram o trânsito intestinal. “Eles também ajudam no controle dos níveis de glicemia, colesterol e triglicerídeos, além de darem saciedade, auxiliando no emagrecimento”, explica a nutricionista Raissa Pinheiro.

Linhaça e chia: contêm ômega 3, que são ácidos graxos poli-insaturados essenciais com potente poder anti-inflamatório, auxiliando na prevenção de diversas patologias como dislipidemias, depressão, artrite, doenças inflamatórias intestinais, dentre outras. Eles também deixam o metabolismo eficiente e reduzem o colesterol ruim e triglicérides.

Quinoa: é um grão rico em proteínas, fontes de vitamina do complexo B, cálcio, ferro, magnésio e manganês. “É considerado um alimento completo, pois possui boa quantidade de carboidrato, gordura e proteína”, detalha Raissa.

Benefícios dos grãos
•    Auxiliam no emagrecimento por conta das fibras
•    Proporcionam saciedade
•    Ajudam no controle do índice glicêmico
•    Estudos demonstram que o consumo de grãos integrais ajudam a reduzir gordura abdominal.   
•    Ajudam pacientes com constipação por acelerarem o trânsito intestinal, desde que associado com uma dieta balanceada e com bastante água.

Veja versão impressa da revista O POVO Saúde & Beleza

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima