SAÚDE 04/07/2016 - 12h47

Você sabe o que é mito ou verdade sobre o leite?

Os casos de alergia ou intolerância a produtos lácteos parecem cada vez mais frequentes. Mas além das perguntas que cercam essas restrições alimentares, muitas outras dúvidas ainda existem quanto ao leite
notícia 1 comentários
Shutterstock/karelnoppe

Estou com alergia à proteína do leite ou intolerância à lactose? Se o leite é tão indicado durante a infância, posso continuar consumindo produtos lácteos na fase adulta ou não é indicado? Qual a diferença entre leite integral e desnatado? As dúvidas sobre esse alimento tão cotidiano ainda são muitas, além das crenças populares que o cercam (Nada de leite com manga! Ou pode?). Saiba um pouco mais sobre o leite e entenda o que é mito ou verdade.

Alergia à proteína do leite e intolerância à lactose são coisas diferentes
Verdade.
  A alergia é uma reação do sistema imunológico a determinados alimentos. O leite pode ser um deles e, nestes casos, seu consumo deve ser restringido. Já a intolerância alimentar à lactose é uma deficiência do organismo na produção da enzima lactase, responsável pela digestão do açúcar existente no leite. Como a intolerância pode variar de nível, ou até mesmo ser uma restrição momentânea, é comum que intolerantes à lactose ainda possam consumir derivados de leite, como queijos e iogurtes, nos quais o teor de lactose diminui significantemente durante o processo de fabricação dos produtos. Para aqueles com intolerância mais intensa, é possível ainda o consumo da lactase, vendida em cápsulas, antes da ingestão de alimentos com lactose. Tudo, claro, com o devido acompanhamento médico.

Leite e derivados são essenciais para a dieta humana
Verdade.
Por conter proteínas, fósforo, potássio e zinco, e por ser a maior fonte de cálcio e importante fonte de vitaminas A, D, B2 e B12, o leite é considerado um alimento completo. Ele pode contribuir para prevenção de doenças do coração e diabetes, além de controlar o nível de colesterol no sangue. Por esses motivos, a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de três porções por dia de lácteos.


Não devemos tomar leite na fase adulta
Mito.
O consumo do leite só deve ser evitado ou controlado conforme as restrições descritas anteriormente. E mesmo para quem tem intolerância à lactose, já há leites e produtos derivados com o teor de lactose reduzido ou até 0%. Proteínas, cálcio, vitaminas e outros minerais que estão entre os nutrientes do leite são essenciais em todas as fases da vida.

Leite fortalece os dentes
Verdade
. Como uma das principais fontes de cálcio que é, o leite contribui para formação dos dentes e auxilia na contenção de cáries e proteção das gengivas.

Leite desnatado é leite integral com água
Mito.
Uma rápida consulta à tabela nutricional na embalagem do produto já vai possibilitar notar a diferença entre o leite integral e o desnatado. Leite desnatado ou semidesnatado possuem a mesma quantidade de nutrientes do leite integral, mas trazem carga calórica reduzida, com um teor de gordura que pode chegar, no máximo, a 0,5%. Enquanto 200 ml de leite integral possui, em média, 120 Kcal, a mesma quantidade do desnatado tem cerca de 65 Kcal.

Leite pasteurizado ou em caixinha perde nutrientes
Mito.
A pasteurização é um processo de esterilização no qual o alimente é exposto a uma temperatura inferior a seu ponto de ebulição e, em seguida, a um resfriamento súbito. Por meio desse processo, é possível eliminar certos microrganismos nocivos. Os diferentes tipos de tratamento não reduzem o valor nutricional do leite no que se refere aos seus principais nutrientes: proteínas, cálcio e outros minerais. Quanto às vitaminas, apenas em relação à vitamina C (ultrapasteurização) há uma perda significativa, da ordem de 10% a 20%, o que não tem importante significado nutricional, uma vez que o leite não é considerado fonte primária dessa vitamina.

É necessário ferver o leite antes de tomar
Mito.
  Leites pasteurizados ou longa vida (UHT) não precisam ser fervidos, já que já passaram por processos que eliminaram os microorganismos prejudiciais à saúde. O leite cru, por outro lado, não deve consumido, mesmo fervido e, devido ao risco que oferece à saúde, por ainda não ter passado por um tratamento específico, sua comercialização para consumo direto é proibida no Brasil.

Mulheres grávidas devem evitar leite
Mito.
Como excelente fonte de cálcio e proteínas de alto valor biológico, o leite é benéfico para o feto em formação.

Não se pode tomar leite com manga
Mito.
Provavelmente um dos mais famosos mitos sobre o leite, essa crença, acredita-se, surgiu na época da escravidão, quando os senhores de engenho usaram este argumento para que os escravos não consumissem leite. Não há, entretanto, comprovação científica e muitas receitas, de iogurtes, milk-shakes, etc, misturam a bebida com diferentes frutas.

Tomar leite antes de dormir faz bem para a saúde
Verdade.
  O cálcio estimula o relaxamento. O aminoácido triptofano aumenta a quantidade de serotonina no cérebro, um neurotransmissor bastante importante no processo do desencadeamento do sono. Dessa forma, o consumo de leite quente antes de dormir pode auxiliar no sono.

Fonte: Viva Lácteos (Associação Brasileira de Laticínios)

espaço do leitor
ANONIMO 13/07/2016 10:36
HÁ CONTROVERSIAS. ESTUDOS MOSTRAM OS DIVERSOS MALEFICIOS DO LEITE ;)
1
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima

Mais comentadas

anterior

próxima