Artes 02/09/2016 - 16h55

Crato (CE) recebe exposição de Sérvulo Esmeraldo

Antecipando as comemorações dos 88 anos do artista multifacetado Sérvulo Esmeraldo, o Instituto Sérvulo Esmeraldo organiza exposição de sua obra no Crato (CE), em parceria com o Núcleo de Produções Culturais e Esportivas
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18779, 'email': 'larissaviega@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Viegas'}
Larissa Viegas larissaviega@opovo.com.br
Divulgação

A cidade do Crato, a cerca de 540 km da capital Fortaleza, recebe a exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato. Com inauguração marcada para o dia 10 de setembro, a mostra comemora, antecipadamente, os 88 anos do artista e é realizada pelo Instituto Sérvulo Esmeraldo em parceria com o Núcleo de Produções Culturais e Esportivas. Esmeraldo possui um vínculo tanto pessoal quanto profissional com cidade: foi nela que ele nasceu, cresceu e realizou a sua primeira exposição, em 1951.

A inauguração da mostra será às 10h, no Campus do Pimenta da Universidade Regional do Cariri (URCA). Já às 16h30, duas esculturas monumentais serão exibidas pelo próprio na Encosta do Seminário. Na mesma ocasião, o artista será empossado na cadeira Aldemir Martins, do Instituto Cultural do Cariri, e lançará o livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz. Para completar, também haverá apresentação Heli Cubo, de Guto Lacaz (SP), um dos ícones das artes plásticas e gráficas no país.

A exposição
Com entrada franca e em cartaz até o dia 8 de outubro de 2016, a exposição conta com curadoria de Dodora Guimarães e traz um conjunto representativo do trabalho do artista, com esculturas, relevos, gravuras e desenhos inéditos da série Suíte Araripe (criados com exclusividade para uma exposição realizada entre 2015 e 2016. São 58 trabalhos, distribuídos no hall principal da URCA, no Salão da Terra e nos jardins, além das Pirâmides e das Folhas Pendentes, em exposição na Encosta do Seminário.

Dodora diz que “Estaremos frente a frente com a produção recente do Mestre do Crato. E se é um privilégio para os seus conterrâneos e o público em geral, para Sérvulo Esmeraldo esta exposição é seu feito mais importante, posto que é a realização de um sonho.”

O começo
Como o próprio Sérvulo Esmeraldo diz, “tudo começou no Crato”. Sua infância foi no sitio da família que abrigada o engenho Bebida Nova, alço também de suas primeiras experimentações. O ourives Theopista Abath, o marceneiro Zé Barbosa, o Juvenal Carpinteiro, e o Tio Pergentino foram alguns dos seus mestres inspiradores. O interesse pela xilogravura veio das feiras do Crato, palco de ricas manifestações da cultura popular nordestina.

Sobre o artista

Sérvulo Esmeraldo nasceu no dia 27 de fevereiro de 1929. Assumindo as funções de escultor, gravador e desenhista, o artista ingressou na carreira profissional no final da década de 1940, no ateliê livre da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP), em Fortaleza, onde vive e trabalha até hoje. Em 1951, foi morar em São Paulo, onde atuou na Empresa Brasileira de Engenharia (EBE). Seis anos depois, trabalhou como xilógrafo e ilustrador do Correio Paulistano e expôs no Museu de Arte Moderna de São Paulo uma coleção de gravuras de natureza geométrica construtiva.

Por conta do trabalho, conquistou uma da bolsa de estudos do governo francês. Em Paris, frequentou o ateliê de litogravura da École Nationale des Beaux-Arts e estudou com Johnny Friedlaender.  Já na década de 1960, seus projetos eram movidos a motores, ímãs e eletroímãs. A eletricidade estática lhe levou a série Excitables, o levando a reconhecimento internacional. Ensaiando seu retorno ao Ceará, trabalhou em 1977 em projetos de arte pública que incluíam esculturas monumentais em Fortaleza. Três anos depois voltou à capital cearense, que tornou-se o maior palco e suas obras, abrigando 40 delas.

No currículo, Esmeraldo tem exposições e participações em salões, bienais e mostras coletivas na Europa e nas Américas. As obras estão nos principais museus do país e em coleções públicas e privadas do Brasil e exterior.

Por outros olhos
O pesquisador e escritor Gilmar de Carvalho afirma que “Sérvulo e o Crato são um. Ele nunca saiu de lá porque o Crato esteve sempre dentro dele. Sérvulo é um inventor. Traz dentro de si a inquietude que se traduz em criação. Formou, ao longo da vida, um repertório diversificado e domina técnicas com as quais faz arte.

A exposição, para Carvalho, é “como uma retribuição ao que recebeu do seu ‘Cratinho de açúcar’. Suas esculturas desafiam as leis da física, inovam, intrigam, e se inserem. (...) Sérvulo é grande, sabe o que faz, antevê resultados, nos surpreende e se surpreende com as formas, os volumes, os traços, os recortes, os "Excitáveis", as texturas e as cores. Sérvulo é um grande artista, cidadão do mundo, conterrâneo do Padre Cícero e um cratense apaixonado.”

Serviço

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato
Data: De 10/09 a 08/10
Local: URCA – Universidade Regional do Cariri - Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta - Crato (CE)
Visitação: De 11 de setembro a 08 de outubro, das 08h às 21 horas.
Exposição com visitas guiadas com monitores: às 08 às 11h; de 14 às 17 e 18h30 às 21 horas. Contatos: Pró-Reitoria de Extensão da URCA: (88)31021200 / proex@urca.br

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima