PETS 07/06/2016 - 16h26

Como adaptar seu pet ao novo lar

Vai mudar de casa e não sabe como ajudar seu bichinho a se acostumar com isso? Veja dicas super simples e legais que, com certeza, vão facilitar sua mudança
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19093, 'email': 'mariliacandido@opovo.com.br', 'nome': 'Mar\xedlia Candido'}
Marília Candido mariliacandido@opovo.com.br

Assim como os donos, os bichinhos de estimação também precisam passar por um momento de adaptação na hora de mudar de casa. Nós selecionamos algumas dicas da marca Farmina Pet Foods para você que tem cães ou gatos e precisa lidar com esse processo. É importante destacar que a idade de cada bichinho conta muito na hora da adaptação. Pets idosos possuem mais dificuldades.

Cães


Analisar o tamanho do estranhamento que o seu cachorrinho vai sentir é fundamental. Vai sair de uma casa pequena para uma grande? Membros da família vão sair ou passar a morar com você? Nesses momentos, os cães ficam realmente perdidos, como no ditado “mais perdido que cachorro que caiu da mudança”.
Para que ele se adapte melhor a todo o processo, nada mais aconselhável do que dar muita atenção ao seu bichinho para que ele se sinta realmente “em casa”. Veja mais dicas:

- Apresente para o cão os espaços do novo lar. Entre com ele em cada cômodo e mostre onde ficarão os potes de água e comida, a caminha e o novo "banheiro";
- Não fique irritado caso seu cão faça xixi fora do lugar apropriado. Uma alternativa é adotar tapetes higiênicos, pois normalmente eles vêm com odores atrativos para o uso como sanitários;
- Aos poucos, insira o animal em uma nova rotina. Se antes a residência era grande e agora é mais compacta, não se esqueça de levar o pet para passear algumas vezes por dia. Assim ele gastará suas energias da mesma forma que antes, até se ajustar ao espaço do novo lar;
- Escolha um lugar aconchegante para colocar a caminha e todos os outros brinquedos do seu bichinho. Esse é um fator importante para fazê-lo lembrar do antigo cheiro que estava acostumado a sentir, e assim ele ficará calmo para adormecer.


Gatos


Se engana quem pensa que os gatos necessitam de menos atenção. Nesse caso, é importante tomar bastante cuidado, pois eles tendem a retornar à antiga casa. Os cuidados com os felinos devem começar na transportação. Gatos não gostam de passear de carro, ao contrário dos cachorros, e precisam ter uma caixa de transporte especial.
Ao chegar na nova residência, reserve um cômodo com portas e janelas fechadas para deixar o felino e seus pertences. O gato é muito apegado aos cheiros do lar, então, é mais seguro deixa-lo preso por um tempo até que ele se sinta ambientado.
Depois, permita que ele passeie pelos lugares e se lembre que aquele cômodo onde estão seus pertences é o seu porto-seguro. Em alguns dias, o gato estará ambientado e confortável com o seu novo lar.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2 play

BDSM: Prazer Fora da Caixa - Parte 2

anterior

próxima