Mobile RSS

rss
Assine Já
DEPOIMENTO DA CPMI 12/06/2012 - 11h37

Marconi Perillo nega relação de proximidade mas admite que Cachoeira tinha trânsito livre em Goiás

O governador de Goiás pelo PSDB presta depoimento na CPMI do Cachoeira. Diz que ligou para o contraventor apenas para parabenizá-lo pelo aniversário
notícia 0 comentários
Compartilhar

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), afirmou nesta terça-feira (12), durante depoimento na CPMI do Cachoeira, que não via Carlinhos Cachoeira como contraventor quando lhe telefonou para cumprimentá-lo pelo seu aniversário e nas vezes em que se encontraram pessoalmente.

O tucano disse que via Cachoeira como dono de um dos maiores laboratórios farmacêuticos da região Centro-Oeste, o Vitapan. "Eu não estava telefonando ali para um contraventor, mas para um empresário que atuava no ramo de produção de medicamentos", disse o governador.

O nome de Cachoeira, contudo, não consta dos registros oficiais da empresa, registrada em nome da ex-mulher e de um ex-cunhado.

Perillo, que depõe na CPI que investiga as relações de Cachoeira com políticos, afirmou que o empresário tinha livre trânsito na classe política goiana. No entanto, não se incluiu nesse grupo.

"Nunca mantive nenhuma relação de proximidade com o empresário Carlos Cachoeira. Embora fosse ele uma pessoa de livre trânsito com políticos do meu Estado, com a sociedade, com as elites, porque ele era uma pessoa rica", disse o governador goiano.

Perillo atuou diretamente para evitar uma ruptura com Cachoeira. O empresário se revoltou com decisões do governo do tucano, e, em julho, mandou recados por meio do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), do auxiliar Wladimir Garcez e do ex-presidente do Detran Edivaldo Cardoso, no sentido de que "largaria de mão" o governo Perillo. Depois, o tucano buscou fazer um acordo com o empresário, conforme indicam gravações telefônicas realizadas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo.

com informações do
portal FolhaOnline

Compartilhar
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.

Facebook

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Política

Powered by Feedburner/Google

Mobile RSS

rss Assine Já