Mobile RSS

rss
Assine Já
DISCÍPULO DE WANDO 31/05/2012 - 15h05

Calcinha cai do bolso de um deputado federal e gera mistério na Câmara

A peça feminina teria caído na entrada do salão do plenário, sem que o deputado tivesse percebido
Compartilhar

Uma calcinha vermelha e branca encontrada no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, despertou a curiosidade de parlamentares, assessores e jornalistas nos últimos 15 dias. A peça íntima, já incinerada pela Segurança da casa, foi achada por volta das 17h, durante a Ordem do Dia.

De acordo com um segurança da Câmara, a calcinha caiu do bolso de um parlamentar que havia corrido no plenário para conseguir computar seu voto. Ao mexer no bolso, a peça feminina teria caído na entrada do salão sem que o deputado tivesse percebido.

O segurança que viu a cena escondeu, com o pé, a peça atrás de uma lixeira para que ninguém a visse. Após o discreto ato, a peça - uma calçola branca e vermelha com babadinhos laterais - foi levada ao conhecimento da mesa diretora pelo assessor do presidente Marco Maia (PT-RS).

A lingerie, até então de conhecimento apenas do segurança, do assessor, do presidente da Câmara e do deputado assanhadinho, virou assunto dos mais comentados nas rodas políticas.

A peça, pouco discreta e atribuída a algum fetiche, foi examinada por várias pessoas, que chegaram ao veredicto: a calcinha havia sido usada antes do episódio. E a julgar pelo tamanho, a dona - ou dono - não era exatamente uma modelo.

Pouco conhecido
A calcinha que deveria ficar escondida no bolso do parlamentar afoito e, agora tenso com o risco de ser descoberto, foi encaminhada ao setor de achados e perdidos da casa. Como o deputado não foi reclamar a posse da solitária roupa, a peça foi queimada.

Segundo o segurança que encontrou a calcinha vermelha e branca, o deputado que deixou cair a lingerie é um parlamentar discreto e que pouco ocupa os microfones da casa. Se valendo dessa informação, alguns deputados se apressaram em afirmar que não perderam nenhuma lembrancinha de aventuras privadas. Entre eles, os cearenses Arnon Bezerra (PTB-CE) e Tiririca, eleito pelo PR de São Paulo.

Para Bezerra, que disse não saber a quem pertence a calcinha, atribuiu a propriedade a algum fã do cantor já falecido Wando, famoso por ter tido uma coleção de calcinhas. Tiririca também disse que não era o dono da peça e que desconfiava de um colega, mas preferiu não apontar ninguém.

 

Deputado Tiririca comenta o que viu 

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Paulo Horácio Cunha 15/11/2012 00:42
Não temos dúvidas que, Brasília é a Sodoma e Gomarra da Era Moderna.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
José Karkou 02/06/2012 23:46
Será que o deputado não usa calcinha ao invés de cueca? Precavido, sempre leva uma de reserva?
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Sérgio 01/06/2012 08:54
Somente para desviar a atenção do povo...
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Jorge CMoreira 31/05/2012 22:00
"O Congresso Nacional é um local que: se gradear vira zoológico, se murar vira presídio, se colocar uma lona em cima vira circo, se colocar lanternas vermelhas vira prostíbulo e se der descarga não sobra ninguém."
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Clécio Oliveira 31/05/2012 21:39
Algumas pequenas dúvidas me assaltam, neste jocoso e picante "affair": se o parlamentar for filiado ao CorruPTos, digo, ao PT, seria para conduzir valores, ou, de uso pessoal? E, "PT, fraudações"!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
9
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Facebook

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Política

Powered by Feedburner/Google

Mobile RSS

rss
Assine Já