Mobile RSS

rss
Assine Já
Literatura 14/05/2012

Ana Miranda prepara obra sobre Xica da Silva

Cronista do O POVO, a escritora cearense Ana Miranda está cheia de projetos para o correr deste 2012. Num deles, volta a Minas Gerais dos tempos áureos e recupera a vida fabulosa da escrava Xica da Silva
RAFAEL CAVALCANTE, 17/8/2011
Ana Miranda: "Sou, mais do que romancista, uma arqueóloga que desenterra palavras"
Compartilhar

 

Misturar fatos históricos e ficção é algo comum na carreira de Ana Miranda. Em Boca do Inferno (1989), seu romance mais conhecido, a autora inspirou-se no universo literário do padre Antônio Vieira (1608-1697) e do poeta Gregório de Matos (1636-1695) para recriar a Bahia do final do século XVII.


Agora, prepara a biografia da escrava Xica da Silva (1732-1796), que a editora Leya deve lançar no segundo semestre deste ano. Mas, se tratando de Ana Miranda, já podemos esperar a ficção se intrometendo no relato.


“Vai ser uma biografia, mas não pura, pois sou romancista. As partes ficcionais são diferenciadas por letras em itálico”, conta ela.


A interação entre biografia e romance é um dos temas da participação da escritora no Festival da Mantiqueira, em São José dos Campos. No evento, o destaque é para Dias e Dias, que tem como protagonista o poeta Gonçalves Dias (1823-1864).


“Muito mais do que Gregório ou Gonçalves Dias, meu interesse é pelas palavras levantadas através das obras desses literatos. Nesse sentido, sou, mais do que romancista, uma arqueóloga que desenterra palavras”, afirma.


No trabalho sobre Xica da Silva, ela ficou atraída pela ideia de representar uma mulher de personalidade “inesgotável” em meio à exploração do ouro em Minas Gerais.


“O processo da transformação da escrava em uma mulher livre e poderosa, através do amor e do sexo, é repleto de lances dramáticos”.


Miranda tem mais dois projetos ainda para este ano. O infanto-juvenil Carta da Vovó e do Vovô, a ser lançado no segundo semestre pela Armazém, e a adaptação de Boca do Inferno para o cinema.


“Sei que a literatura e o cinema são linguagens diferentes, tudo muda. Mas são mudanças maravilhosas. Estou revivendo o livro, e ainda gosto dele”. (Marco Almeida, da Folhapress)

 

SERVIÇO

 

Xica da Silva

Autor: João Felício dos Santos

Romance

240 páginas

Editora José Olympio

A história da escrava alforriada Xica da Silva foi transformada em romance leve e divertido, graças ao escritor especializado em história brasileira


João Felício dos Santos.
O livro Xica da Silva traz em detalhes a história de uma escrava que se tornou “rainha”.


Xica da Silva (1976)

Direção: Carlos Diegues

Elenco: Zezé Motta, Walmor Chagas, José Wilker, Elke Maravilha e outros.

Drama histórico

107 min 

A trajetória da bela e sensual ex-escrava que, em 1750, em Diamantina, causou grande reboliço na corte depois de seduzir fidalgo português e se tornar a primeira dama negra da nossa história.

 

Compartilhar
espaço do leitor
Karlos 14/05/2012 09:14
Faltou mencionar a novela "Xica da Silva" de 1996 (que lançou Taís Araújo", da extinta Rede Manchete, ...Tenho curiosidade de ler "Boca do Inferno" e agora estou ancioso pra ler "Xica da Silva" escrita por Ana Miranda.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima