Mobile RSS

rss
Assine Já
PLANO DE GOVERNO 15/07/2012

Assunto drogas fica fora do programa de candidatos

Compartilhar

Em pesquisa feita pelo Ibope em parceria com o Instituto Trata Brasil, divulgada em maio deste ano, o tema drogas apareceu na quarta colocação entre as preocupações dos eleitores para as eleições de 2012, com 9% das indicações. O item ficou atrás apenas de problemas recorrentes (saúde – 37%, segurança pública – 16% e educação – 11%) e à frente do item emprego (4%).

 

Porém, em Fortaleza, há candidatos que nem inseriram o tema, ao menos por enquanto, em seus planos de governo, o que pode ser um sinal de que o assunto novamente passará despercebido.

 

Ainda assim, o psicólogo Osmar Diógenes, especialista em dependência química e coordenador do Instituto Volta a Vida, diz que tem esperanças de ver propostas para o combate às drogas, especialmente por haver médicos em algumas chapas.

 

Entre as ações mais urgentes, ele diz que é primordial garantir um tratamento eficaz dos dependentes, em espaços adequados e com equipes de diferentes profissionais, como médicos, enfermeiros, professores e psicólogos. “O problema das drogas é muito complexo para se tratar só rezando”, pontua.

 

Em paralelo a isso, aponta Diógenes, é necessário a valorização dos profissionais e o investimento em prevenção, principalmente nas escolas. O consumo de drogas, segundo o especialista, é um problema essencialmente de saúde. “Acima de tudo, (a dependência) precisa ser tratada como doença.”

Compartilhar
espaço do leitor
Gustavo Simplicio Moreira 15/07/2012 06:26
A maioria dos candidatos não tem compromisso com a Segurança e a Saúde, pensam que é obrigação do Estado do Ceará!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Jose Luciano Muniz Lima 14/07/2012 18:27
E vão falar de corda em casa de enforcado(a)?
Este comentário é inapropriado?Denuncie
2
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima