Mobile RSS

rss
Assine Já
PSB 08/05/2012

Propaganda televisiva reacende debate interno

Eliane Novais se diz preterida do seu desejo de disputar a Prefeitura. Na propaganda do PSB aparecem Roberto Cláudio e Ferrucio Feitosa, apontados como possíveis candidatos
notícia 0 comentários
Enviar por e-mail Imprimir Aumentar texto Diminuir texto Corrigir
Compartilhar
MAURI MELO
Para Karlo Kardoso, "se ela (Eliane) se sente excluída, não somos nós que a estamos excluindo"

 

Uma propaganda partidária televisiva do PSB veiculada desde ontem com o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio, e o secretário estadual especial da Copa de 2014, Ferruccio Feitosa, reacendeu debates internos entre as duas correntes adversárias que atualmente compõem o partido.


A deputada e vice-presidente estadual do PSB, Eliane Novais, que também tem se colocado como possível candidata à prefeitura de Fortaleza pela sigla, se diz vítima de “perseguição” dentro do partido. Ela afirma que a legenda tem feito “ouvido de mercador” ao seu desejo de ser candidata pelo PSB à prefeitura da Capital este ano, e que sua imagem tem sido excluída das veiculações externas do partido.


A deputada fará hoje uma queixa pública em sessão plenária na Assembleia Legislativa manifestando sua insatisfação com o PSB por não incluí-la na propaganda de TV e nas pesquisas de intenção de voto encomendadas pela sigla. De acordo com Eliane, nas referidas pesquisas constam os nomes de Roberto Cláudio e Ferruccio Feitosa, enquanto o seu está excluso. “Quero saber qual o critério para o meu nome estar sendo excluído dos diálogos. Tenho respaldo com o eleitorado, fui a deputada estadual mais votada dentro do PSB”. Ela se diz insatisfeita com as posturas do partido e afirma que entrará com representação contra o PSB Estadual. “Tenho o direito de me colocar como candidata”.


Executiva Municipal

Não há diálogo entre a deputada e o presidente municipal do PSB, Karlo Kardozo. Ela diz não reconhecer Kardozo como gestor municipal da sigla. Ele, por sua vez, diz que a Executiva Municipal do PSB não é responsável pela produção da propaganda, e sim a Executiva Estadual do partido. “Se ela se sente excluída, não somos nós que a estamos excluindo”, defende-se.

 

Sobre a propaganda, o deputado Roberto Cláudio disse, por meio de sua assessoria, estar lá como um “soldado do partido”. Já Ferruccio Feitosa explicou que a propaganda não o vincula a candidatura, e que aparece no vídeo falando apenas sobre o estádio Castelão como obra que trouxe bons frutos para a cidade. Feitosa já manifestou publicamente o desejo de ser prefeito de Fortaleza, mas disse também que seu desejo está submetido a decisão do PSB.

 

O quê


ENTENDA A NOTÍCIA


Desde outubro de 2011 o PSB está internamente divido entre a ala histórica - dos irmãos Sérgio e Eliane Novais - e o grupo que rompeu com eles e está mais ligado aos pensamentos políticos dos irmãos Ciro e Cid Gomes.


SERVIÇO

 

PSB Ceará


Rua Juvenal de Carvalho, 540 - Bairro de Fátima


Telefones: 85) 3254.2147/ 3253.7338

Site: http://www.psbceara.org.br/

Saiba mais


As alas opostas do PSB


A ala mais “histórica” do PSB é composta pelos que seguem as posturas e diretrizes políticas dos irmãos Sérgio e Eliane Novais.


A ala que rompeu com os irmãos Novais, hoje está mais diretamente ligada às posturas políticas dos irmãos Ciro e Cid Ferreira Gomes.


Em outubro de 2011 o então presidente municipal da sigla, Sérgio Novais, foi destituído do cargo, e em seu lugar, assumiu o atual presidente , Karlo Kardozo. As duas correntes adversárias do PSB discordaram quanto ao processo de destituição de Sérgio Novais. Na ocasião, Novais chegou a acusar os Ferreira Gomes e seus aliados de “golpistas”.


Kardozo rebateu as críticas alegando que a destituição de Novais já estava definida e que todo o procedimento estatutário foi cumprido.


Desde então, os ânimos entre as duas alas não voltaram a se exaltar, até que a veiculação da propaganda televisiva partidária foi mote para que Eliane manifestasse insatisfações com a sigla e se dissesse vítima de “perseguição”, na qual seu nome estaria sendo excluído dos diálogos sobre possível candidatura a prefeito da Capital.

 

Marina Solon politica@opovo.com.br
Enviar por e-mail Imprimir Corrigir
Compartilhar
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.