Mobile RSS

rss
Assine Já
Artigo 16/05/2013

A contratação de médicos cubanos no Brasil

Compartilhar

Quando o assunto é saúde, só há más notícias. Agora, para completar, mais uma para nos deixar mais estarrecidos: os governos do Brasil e Cuba estão acertando a vinda de seis mil médicos cubanos para trabalharem nas regiões brasileiras mais carentes. A justificativa é a existência de um déficit de profissionais brasileiros para atuar nessas áreas do País, o que não é verdade.

 

Essa notícia nos causa mais uma preocupação em relação ao tratamento que é dispensado aos brasileiros de uma maneira em geral e aos cearenses em particular, cada vez menos assistidos, entregues à própria sorte.


Faltam hospitais, leitos, UTIs, postos de saúde, dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, medicamentos etc.Não basta apenas a presença de médicos. Urge que sejam disponibilizados meios humanos e instrumentais para se chegar ao mínimo de um atendimento de saúde desejável.


Trazer médicos de Cuba também escancara uma indagação: por qual razão os médicos brasileiros não desejam prestar seus serviços nessas áreas carentes? Várias são as respostas e, dentre elas, destacam-se a baixa remuneração e as precárias condições ao exercício da medicina.


Existem, ainda, entraves técnicos sobre a revalidação de seus diplomas para que esses médicos exerçam a profissão no País. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), em 2012, 89% de médicos cubanos foram reprovados nos exames de revalidação do diploma no Brasil.


A vinda desses profissionais pode representar uma regulação de mercado, já que em Cuba a remuneração é vil e qualquer salário pago no Brasil lhes satisfazem. Não precisamos de médicos cubanos!


Lamentavelmente, cada dia que se passa, a saúde pública não consegue sair da UTI, submetendo, muitas vezes, o paciente à pena de morte oficial.

 

Heitor Férrer

Médico e deputado estadual

Compartilhar
espaço do leitor
Hebert 23/08/2013 17:00
Não tem que fazer mais hospitais, nem contratar mais médicos, tem é que se prevenir que doenças como diarreia, malaria, difteria, ocorram por causa das péssimas condições de moradia da população carente. Contrata mais engenheiros prefeituras, e paga em salário digno de quem estudou 5 anos.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Hebert 23/08/2013 16:57
Se a metade dos médicos do pais fossem engenheiros, e estes recebessem metade do salários dos médicos, este pais seria um sonho, não teriam tantas doenças por cota de infraestrutura básica. Se tem que tratar diarreia nas periferias, é porque não tem rede de esgoto lá.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Jana 30/06/2013 11:03
Quero que venha os cubanos, pois se os nossos médicos negam a seu "Juramento de Hipócrates", se eles estão negando ajuda onde mais precisa então tem outros que o visam!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Levi Melo 26/06/2013 06:36
Isso é pra acabar com esse corporativismo podrexque tomou conta da classe médica no país, nossos cidadãos estão morrendo e precisam de socorro que infelizmente virá de cuba.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Levi Melo 26/06/2013 06:36
Isso é pra acabar com esse corporativismo podrexque tomou conta da classe médica no país, nossos cidadãos estão morrendo e precisam de socorro que infelizmente virá de cuba.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
38
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

Mais comentadas

anterior

próxima

24h|48h Últimas

Mobile RSS

rss