Reforma 01/10/2016

Como economizar na reforma de casa

notícia 0 comentários
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 19076, 'email': 'larissa.pacheco@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Pacheco'}
Larissa Pacheco larissa.pacheco@opovo.com.br
TATIANA FORTES
Para reformar a casa, Suzana Costa viu que conseguiria mais desconto ao fazer compras em maior volume

Seja grande ou pequena, uma reforma geralmente traz algumas preocupações. Planejar o orçamento é a primeira delas. Porém, dependendo que se quer fazer, e com alguns cuidados, é possível economizar e diminuir os gastos no processo.

 

O primeiro passo é pensar no que se deseja fazer de fato e quais são as reais necessidades do imóvel, indica Custódio Santos, presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-CE). “Esse é o primeiro passo, assim, quando você for conversar com o projetista, poderá passar o máximo de informação”, diz.


Em seguida, é preciso fazer o projeto. Se ele for bem elaborado, é possível determinar a quantidade necessária de material. “Assim você consegue ver o preço do material, da mão de obra e ter uma ideia de quanto a reforma irá custar ao todo”, diz Custódio.


Com o objetivo definido, a economia pode ser estendida para a escolha dos produtos. Se a reforma for pequena, como a troca de portas ou torneiras e a pintura de paredes, a dica é pesquisar.


A funcionária pública Suzana Costa precisou fazer uma reforma em casa. O imóvel estava fechado há três anos. “A reforma começou por uma necessidade, a casa era bem antiga, então comecei pelo telhado”, conta. Ela trocou as telhas de barro por telhas de amianto. Ao fazer uma pesquisa, viu que sairia mais barato.


Além disso, trocou o piso e colocou um mais moderno. “Olhei em várias lojas físicas, inclusive na internet. Em todo canto, se eu aumentasse o volume, teria um desconto maior”, diz Suzana.


Durante o planejamento, é possível pensar no maior aproveitamento dos materiais usados na construção, explica Ednardo Araújo, engenheiro da CMM Engenharia. “É o caso da cerâmica. Se você precisa colocar em um quarto de 4m², compre o material necessário para que não haja sobras e, assim, desperdício”, comenta.


Como a reforma na casa de Suzana ainda não terminou, ela não sabe precisar ao certo quanto economizou. “Porém, com o que estava previsto para gastar, eu já consegui fazer mais coisas do que eu pretendia”.

 

ECONOMIZE NO SEU PROJETO


1. Pense no que você deseja fazer e procure saber quais as reais necessidades de reforma no seu imóvel


2. Com os objetivos pensados, converse com um projetista. Detalhe o que quer fazer para conseguir chegar ao melhor orçamento do seu projeto


3. Pesquise o preço dos materiais que irá precisar. Procure por descontos na compra de uma maior quantidade, por exemplo


4. Ao contratar a mão de obra leve em consideração a indicação de amigos. Um profissional confiável é garantia de otimização dos gastos


5. O pagamento pode ser combinado, metade no começo e a outra metade no fim, ou por diária. Verifique quanto custa cada tipo de serviço no mercado para que o profissional não cobre mais do que o normal.


6. Se a reforma for mais estrutural, o mais indicado é procurar um engenheiro e/ou arquiteto. Assim, sua obra vai sair exatamente como o que foi projetado, evitando gastos que não foram previstos

 

"Com um engenheiro ou arquiteto, a sua obra vai sair exatamente como foi projetado, evitando mais gastos "

 

undefined

> TAGS: reforma projeto
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis