CONSTRUÇÃO. TECNOLOGIA 10/09/2016

A construção no ritmo da modernidade

"Uma casa simples que levava 60 dias para ficar pronta pode ser feita em cinco dias"
notícia 0 comentários
{'grupo': '.', 'id_autor': 19052, 'email': 'irnacavalcante@opovo.com.br', 'nome': 'Irna Cavalcante'}
Irna Cavalcante irnacavalcante@opovo.com.br
DIVULGAÇÃO
O projeto Olé Casas desenvolveu um sistema que leva painéis pré-moldados às construções

Construir mais, em menos tempo e com sustentabilidade. Pode parecer um ideal distante para um setor que ainda é responsável por grande parcela de tudo que é extraído do meio ambiente, mas muitas construtoras têm encontrado na inovação o aliado necessário para alcançar este objetivo.

 

Na China, o empresário Zhang Yue, CEO da Broad Sustainable Building (BSB), tem inspirado o setor com um método que permitiu a construção de um prédio de 57 andares em 19 dias. Com mais de 100 patentes registradas, a empresa trabalha com placas pré-fabricadas, que utiliza uma tecnologia que permite que cada andar seja produzido na fábrica e levado para o local de construção já pronto.


No Brasil, a inovação de processos na construção civil ainda está engatinhando, mas já apresenta avanços. Hoje a maioria das grandes empresas já utiliza tecnologia em pelo menos alguma etapa da obra. Seja adotando estruturas protendidas (que melhoram a resistência de uma construção), metálicas ou pré-moldados nos seus sistemas construtivos, optando por acabamentos de execução mais rápida ou ainda por melhores sistemas de gerenciamento, explica João Batista Marques, professor de engenharia civil da Universidade Federal do Ceará (UFC).


“A inovação está começando a mudar substancialmente os processos no Brasil. Este não é um processo rápido, porque se trata de uma mudança de cultura, mas está chegando”, afirmou o professor, lembrando que existe também uma pressão da própria sociedade por processos que impliquem menos impacto ao meio ambiente.


Tendências

As principais tendências deste mercado serão apresentadas na InovaContruir Experience, que ocorrerá nos dias 27 e 28 de setembro, no Gran Mareiro Hotel, em Fortaleza. O evento que vai trazer pela primeira vez Zhang Yue ao Brasil e reunirá apresentações de novas tecnologias para o setor, palestras e exposição de casos de sucesso.

 

O evento é idealizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE) e apoiado pela Câmara da Indústria e Comércio Brasil-China e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).


“Sem inovação não se consegue sair da mesmice”, afirma o presidente do Sinduscon, André Montenegro. À frente da Olé Casas, que desenvolveu sistema que produz painéis pré-moldados de alvenaria com blocos cerâmicos e concreto armado, Montenegro ressalta a importância e a economia que pode advir da industrialização de processos.


Como apostar em pré-moldados para reduzir o custo do projeto e também de mão de obra, já que parte das estruturas chega pronta e a montagem e a construção são mais simples. “Nada mais é do que você cortar etapas”. Uma casa simples que levava 60 dias para ficar pronta pode ser feita em cinco dias.

 

undefined

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis