BALANÇO. CASA PRÓPRIA 11/06/2016

Feirão dá resultado

notícia 0 comentários
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 19076, 'email': 'larissa.pacheco@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Pacheco'}
Larissa Pacheco larissa.pacheco@opovo.com.br
TATIANA FORTES
MÁRCIO EMANUEL. aproveitou o Feirão da Caixa em Fortaleza para comprar seu imóvel


R$ 781 milhões movimentados, 4,5 mil contratos fechados ou encaminhados, 20 mil visitantes em três dias de evento. Esses são alguns números do 12º Feirão da Casa Própria em Fortaleza, realizado pela Caixa Econômica Federal no fim de semana passado no RioMar.


No evento, que teve como foco o financiamento de habitação popular do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) e das demais operações com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), foram oferecidos mais de 12 mil imóveis, distribuídos entre Fortaleza e Região Metropolitana.


Participaram dessa edição 52 construtoras, 08 imobiliárias e parceiros institucionais que ocuparam a área de eventos do Shopping RioMar. Mais de 300 empregados da Caixa trabalharam para atender o público visitante.


A construtora MRV esteve presente no evento e, segundo o gestor comercial Thales Souza, neste ano foi registrada uma procura 54% maior do que na edição anterior. “Acreditamos que o motivo foi a mudança de local do Centro de Eventos para o RioMar, onde há uma população flutuante maior”.


Nos três dias de Feirão, a MRV ofertou 315 imóveis na Maraponga e Água Fria. “Foram fechados 35 contratos, o que representa mais de R$ 6 milhões em Volume Geral de Vendas. Outros 78 estão esperando aprovação de crédito”, afirma.


Márcio Emanuel aproveitou as ofertas e adquiriu um imóvel. Ele conta que vinha fazendo pesquisas desde o ano passado, inclusive foi ao último Feirão, mas foi dessa vez que ele achou um com a localização e condições ideais. “Eu não sou natural daqui, então estava pagando aluguel há dois anos e preferi investir agora. Dessa vez eu consegui um com uma boa localização e uma forma de pagamento melhor”, comenta.


A Lopes Immobilis também participou do Feirão. De acordo com Wagner Paiva, chefe da área de inteligência de mercado da imobiliária, a Lopes ainda está contabilizando o número de contratos, mas ele afirma que tenha gerado em torno de R$ 25 milhões em VGV. “O evento propôs aos clientes todos os tipos de imóveis e já é uma tradição no mercado imobiliário, é vantajoso para os clientes e empresas”, completa Wagner.


A Diagonal foi outra construtora que esteve presente no evento. Em nota, a empresa afirma que o evento gerou em torno de R$ 4 milhões em VGV. Como foco, a Diagonal levou o empreendimento Vivendas Jóquei Ville, voltado para as classes B e C.


Outra chance

Para quem perdeu o Feirão, as construtoras ainda ofertam condições especiais. A Diagonal, por exemplo, está com a ação Revezamento Diagonal até o início de julho. Nela, os clientes pagam uma parcela e a empresa paga a outra, isso até o fim das obras.

 

Também é possível garantir o ITBI e o Registro de Imóvel grátis. Além disso, o cliente terá o benefício de Recompra Garantida após 6 meses de seguro desemprego.


Já a MRV mantém o mesmo regime de condições ofertadas durante o Feirão até o dia 25 de junho ou enquanto durar o estoque da construtora. “Isso vai até o processo de aprovação de crédito, que tem que se feito até essa data, então é melhor correr para aproveitar”, comenta Thales.

 

undefined

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis