ENTREVISTA 04/06/2016

Para vender bem, valorize

notícia 0 comentários
{'grupo': '.', 'id_autor': 19052, 'email': 'irnacavalcante@opovo.com.br', 'nome': 'Irna Cavalcante'}
Irna Cavalcante irnacavalcante@opovo.com.br
FCO FONTENELE
Marcus Melo, Jociano Schunke e Gentil Barreira: um imóvel bem cuidado é mais valorizado


Nem sempre um imóvel novo é mais valorizado que um usado. Localização, espaço, aparência, bom uso e a manutenção regular são fatores que podem influenciar e muito nesta conta. Mas o que fazer para que seu imóvel se mantenha valorizado no mercado ao longo do tempo? O POVO ouviu o diretor da Metas Administradora de Condomínio, Marcus Melo; o diretor da New Móveis em Fortaleza, Jociano Schunke; e o corretor de imóveis, Gentil Barreira, especialista em imóveis usados ou prontos da Lopes Immobilis, para dar dicas sobre o tema. Entre eles, alguns consensos: a primeira impressão é a que fica. Não só da unidade, mas também do condomínio. Por isso, investir em reformas ou na decoração antes de passar adiante pode ser um bom trunfo para facilitar a venda. Mas é preciso que estes espaços estejam com a documentação e o funcionamento sempre em ordem para que estes investimentos se convertam em lucro para quem está vendendo.


O POVO - O que fazer para vender bem um imóvel usado?


Gentil Barreira - Primeiramente, tem que estar com bom preço, justo, documentação em ordem, os aspectos do condomínio também contam muito, a aparência, manutenção. É um conjunto de coisas que vão proporcionar a rapidez na venda. Na parte interna do apartamento, uma boa pintura, a manutenção das instalações, os móveis planejados agregam.


OP - O que é mais vantajoso: reformar antes de vender ou negociar desconto com o comprador?


Gentil - Sugiro sempre que a pessoa faça esta reforma antes porque, na maioria das vezes, o que vai necessitar ter de gasto, será bem menor do que a valorização que o imóvel vai ter. Entregar o apartamento feio é ruim. A primeira impressão é sempre a que fica. Se a pessoa vê um imóvel que está com aspecto de acabado, não vai querer continuar a conversa, mas se entra em um apartamento todo bonitinho, com cara de novo, facilita.


OP - E o que mais deprecia a venda de um imóvel?


Gentil - Acho que a parte externa de um condomínio. Hoje você até consegue controlar o interno, mas se o externo não for bem cuidado, isso dificulta muito.

 

Dentro de um apartamento, piso e armários são os mais difíceis de manter, pintura é mais fácil.


OP - Quais os aspectos de um condomínio que mais influenciam no preço de venda do imóvel?


Marcus Melo - Dois aspectos são muito importantes: o valor da taxa de condomínio e a manutenção. É importante saber o que você está pagando e o que tem de retorno. Hoje quando se compra um imóvel uma das primeiras perguntas que se faz é de quanto é a taxa de condomínio. Mas, não basta olhar só para preço. Muitas vezes, você pode ter uma taxa um pouco mais valorizada e ter um bom serviço que justifique isso. E segundo é manter o seu condomínio em dia, não só no aspecto financeiro, mas toda a parte comum.


OP - Mas quanto um condomínio bem cuidado agrega de valor ao imóvel na hora da venda?


Marcus - Valoriza muito. Para você ter uma ideia, já tive condomínios em Fortaleza em que cada condômino gastou R$ 85 mil para poder fazer um retrofit (revitalização e modernização de prédios mais antigos), em que o imóvel deixou de ser R$ 2 milhões e passou a ser avaliado em R$ 3,5 milhões.


OP - Além da questão estética, de quais ações o síndico não pode descuidar?


Marcus – Da manutenção do condomínio. As normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estão aí para isso. A estrutura do prédio tem que olhar sempre, prevenção de incêndio, a parte elétrica, etc.


OP – E quanto à decoração? Móveis planejados podem agregar valor ao imóvel usado na hora de revender?


Jociano Schunke - A grande vantagem de se ter um apartamento bem decorado é a velocidade que vai gerar para vender em relação a um que não está decorado. E também na valorização dele em relação à necessidade do comprador. Ter um apartamento bem montado, mobiliado, pode muitas vezes dispensar uma reforma maior.


OP - Quais as tendências hoje na hora de decorar o apartamento para revenda?


Jociano - O importante é deixar uma decoração de acordo com o apartamento, nem muito, nem pouco. O ideal é deixar a estrutura, mas também permitir que a pessoa que está entrando possa personalizar ao seu gosto. Quando se imprime uma personalidade muito pessoal no apartamento, pode não agradar a todos.


OP - Quanto se gasta hoje para mobiliar um imóvel mais antigo?


Jociano - Hoje você pode fazer um retrofit de um apartamento a partir de R$ 490 o m2. Entraria aí todos os móveis planejados, eletrodomésticos, eletrônicos, decoração, cortina, enfim, deixa o apartamento pronto para viver dentro dele com uma bela decoração.


OP – E no caso de locação, quanto uma decoração pode agregar de valor ao imóvel?


Jociano – Tanto para o apartamento novo, como o já usado, é importante manter uma decoração específica, pelo menos para cozinha e banheiro porque são áreas que se cada inquilino que vai usar, for levar seu armário, refazer, ao final de duas ou três locações, você terá todas as paredes furadas e isso pode acabar com a estética do apartamento. Agrega muito mais valor colocar os móveis nesta parte molhada e ter uma garantia. Uma das grandes vantagens do serviço que a gente presta, tanto para o imóvel novo como no retrofit para locação, é fazer a decoração e ao término do contrato a imobiliária liga para o pós venda e vai um técnico nosso verificar se tem alguma peça que teve mal uso.

 

Se tiver, encaminha esta conta ao inquilino, troca a peça e faz uma regulagem para o próximo inquilino. O que valoriza o imóvel para quem for alugar.

undefined

> TAGS: 0
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis