FEIRÃO. OFERTAS 07/05/2016

Feirão de imóveis no Cariri

notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18866, 'email': 'beatrizsantos@opovo.com.br ', 'nome': 'Beatriz Cavalcante'}
Beatriz Cavalcante beatrizsantos@opovo.com.br
MATEUS MONTEIRO /ESPECIAL PARA O POVO
Juazeiro do Norte sediará a 9ª Edição do Feirão de Imóveis do Cariri, que contempla quatro municípios

 

Já faz um tempo que o Cariri entrou como destaque no cenário do mercado imobiliário cearense. Nesse ano, a região receberá a 9ª edição do Feirão de Imóveis Cariri. O evento foi lançado nesta semana e acontecerá dos dias 16 a 18 de junho, de 10 horas às 22 horas, no Cariri Garden Shopping, em Juazeiro do Norte. Serão ofertadas unidades localizadas nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Brejo Santo, que variam de R$ 80 mil a R$ 1,2 milhão.


André Montenegro, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), diz que espera superar em 10% as vendas do ano passado, que foram de R$ 40 milhões. No lançamento do Feirão, diz, já foram assinados acordos com dez construtoras. Ao todo, 22 estandes comporão o evento. “A região do Cariri é um polígono de desenvolvimento. Vamos ter lotes também, mas o foco são imóveis prontos. A maior oferta são de unidades de dois quartos e até 60 metros quadrados (m²)”, explica.


Parceiros do Feirão são a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Caixa Econômica Federal.


Moisés de Souza, gerente da plataforma Construção Civil da Superintendência da Caixa, diz que a previsão é ofertar 2 mil imóveis neste ano em três modalidades: novo, usado e na planta. “Já estamos na 9ª edição e a cada ano o feirão cresce mais. Ele é um grande sucesso e funciona como uma vitrine para a região”, afirma.


Segundo Souza, o foco do evento são aqueles consumidores que vão adquirir o primeiro imóvel. Haverá ainda oferta de unidades que se enquadram no Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Em Juazeiro do Norte, o teto do programa é de R$ 170 mil e no Crato, Barbalha e Brejo Santo o teto é de R$ 120 mil.


“No ano passado, a Caixa Econômica negociou R$ 73 milhões em crédito habitacional e R$ 3 milhões em consórcios. Desses R$ 73 milhões, foram feitas 391 negociações. A expectativa é superar o volume do ano anterior”, detalha.


Neste ano, será permitido financiamento utilizando recursos da poupança para imóveis acima dos limites do MCMV ou para quem tenha uma renda superior a R$ 6,5 mil. “No ano passado não tínhamos tanto recurso. Nesse ano, o cenário mudou e voltamos a oferecer financiamento com recursos da poupança. Também poderá financiar com recurso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no âmbito do MCMV”, informa.

 

DICAS

PARA quem vai adquirir imóvel em Feirão, Apollo Scherer, presidente do Creci-CE, lista cinco dicas


1 - Sempre ir do princípio até o fim da feira para encontrar as melhores ofertas


2 - Ir ao evento já sabendo qual o perfil do imóvel que se quer adquirir


3 - Definir seu perfil de renda


4 - Checar se o imóvel estáregularizado

 

5 - Não precisa se preocupar com os documentos, esse é um processo posterior ao feirão

 

undefined

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis