PROJETO 30/04/2016

Ceará terá cidade inteligente

notícia 1 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18866, 'email': 'beatrizsantos@opovo.com.br ', 'nome': 'Beatriz Cavalcante'}
Beatriz Cavalcante beatrizsantos@opovo.com.br
DIVULGAÇÃO
Projeto contempla área residencial, comercial e industrial

Tecnologias que se veem em cada canto do mundo em um só local. É o que propõe o projeto piloto que se instala no distrito de Croatá, em São Gonçalo do Amarante, a 50 km da Capital. Segundo a Planet Idea, startup italiana formada por sete empresas e responsável pelo projeto, esta será a primeira Smart City (cidade inteligente) do mundo com habitações sociais.

Com capital próprio, a Planet Idea desenvolverá complexo residencial, comercial e industrial imerso em tecnologia e baseado nos pilares de baixo custo, social e eco sustentabilidade. Ainda na primeira fase do projeto, 90 hectares estão sendo construídos, com investimento de 18 milhões de euros. A cidade terá 330 hectares. As moradias possuem preços similares aos da faixa 2 do Minha Casa, Minha Vida (MCMV), entre R$ 99 mil e R$ 145 mil, e tamanhos entre 45 m² a 65 m², dependendo de um dos cinco modelos oferecidos. Os lotes estão à venda por R$ 23,4 mil e podem ser pagos em até 120 meses.


O complexo, formado pelo Laguna Residencial e pelo Industrial Ecopark, tem 6,3 mil lotes. Nesse espaço, haverá bicicletas e carros compartilhados, fiação subterrânea, wifi gratuito, tratamento de água, esgoto e não necessitará de coleta de lixo por caminhão. Basta jogar o lixo na cesta que ele será automaticamente recolhido por sucção. Os moradores terão acesso a aplicativos para controle de seus consumos de luz e água, acesso a promoções, divulgar vagas e oportunidades de emprego, compartilhar objetos e até comida que tenha sobrado com os vizinhos.


Na área industrial, já há fábrica da italiana SG Premoldados, responsável por fornecer o material de construção do empreendimento. Antonella Marzi, diretora administrativa da Recs Architects Brasil, escritório de arquitetura do projeto, lembra que quando a Secretaria do Meio Ambiente foi realizar a licença ambiental da fábrica “encontrou tudo nos parâmetros da lei”. “Eles até perguntaram se já tínhamos feito licenciamento”.


Já foram fechadas parcerias com a TIM Brasil e com a Enel (controladora da Coelce). Um acordo com a Tyco, provedor de sistema de segurança, também deve ser fechado. “Vamos mostrar que com sete ou oito parceiros importantes podemos construir uma cidade smart. A TIM Brasil vai colocar a conexão fibra ótica e o wifi free. A Enel, com a Coelce, uma rede inteligente, medidor inteligente. O trabalho da Planet é integrar todas as tecnologias”, complementa Giovanni Savio, diretor geral da SG Desenvolvimento Urbanístimo e Imobiliário, que faz parte do grupo italiano SG.


Segundo ele, somente para a infraestrutura, não para a construção das casas, estão previstos 30 milhões de euros. Para disponibilizar mais tecnologia ao local, há parceria com a Universidade de Telaviv para realizar um concurso e premiar as ideias mais inovadoras para a cidade. Giovanni explica que, apesar de ser uma cidade smart, há dois projetos. Um para a parte industrial e outro para um bairro inteligente, que envolve residência e comércio.


A ideia é criar um certificado – chamado de índice smart, juntamente com a Universidade de Londres, para que quem quiser replicar o bairro, a cidade, ou a área industrial inteligente possa se utilizar de um protocolo da Planet Idea. Essa é uma forma de patentear a primeira cidade inteligente do mundo voltada para habitação social.

 

Vamos mostrar que com sete ou oito parceiro importantes podemos construir uma cidade smart.

 

SAIBA MAIS

As empresas que formam a Planet Idea são SG Desenvolvimento, SG Construtora, SG Incorporadora, SG Premoldados

 

O município de São Gonçalo do Amarante foi escolhido porque, há quatro anos, o grupo SG viu, na revista The Economist, os dez lugares do mundo que mais iriam se desenvolver. A publicação apontava o Pecém

 

Quem comprar lote no Laguna poderá ter sua casa construída pela Planet ou pode mandar construir. Porém, devem ser seguidos padrões de obra, como recuo, altura, tamanho do imóvel e funcionalidade. Caso o terreno seja área planejada para comércio, a construção deve seguir o planejamento

 

A nova cidade terá Hospital e Prefeitura

 

Na Itália, a TIM e a Enel estão com projetos para desenvolver uma smart city. Com a expertise do consumo da rede de energia, a Enel fez projeto de rede inteligente. A empresa tem retorno de 450 milhões de euros a cada ano
Giovanni diz que a Planet já tem interesse em replicar a smart city na Turquia, no Marrocos e na Árgelia, onde programas sociais também existem

 

undefined

espaço do leitor
Kelviany Xavier 17/11/2016 11:46
Show! O Ceará à frente tendências importantíssimas!
1
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis