DICAS. ECONOMIA 23/04/2016

Dicas para econonomizar na conta de luz

notícia 0 comentários
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 19076, 'email': 'larissa.pacheco@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Pacheco'}
Larissa Pacheco larissa.pacheco@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
Romano Silveira colocou lâmpadas LED em casa e em sua fábrica. Cores mais escuras tendem a aquecer mais, o que pode piorar o calor e acabar aumentando o consumo de energia

Com o reajuste tarifário de 13,64% para consumidores residenciais da Coelce, anunciado nesta semana, estratégias para economizar energia são ainda mais bem-vindas. E nem é preciso muito esforço, com pequenos gestos fazendo muita diferença.

Se utilizar de elementos para melhorar o desempenho energético das construções é um dos primeiros pontos a se pensar ao fazer um projeto arquitetônico. Investir em iluminação e ventilação natural são boa formas de economizar energia, indica o professor de arquitetura Paulo Hermano Barroso.


“Com uma boa iluminação natural, você não precisa acender tantas lâmpadas. Já propiciando a ventilação natural, diminui-se o calor e também o gasto com ventiladores e ar-condicionado”, diz.


Outro cuidado simples, mas que influencia é o uso das cores. “Cores mais escuras tendem a aquecer mais, o que pode piorar na parte de calor e acabar aumentando o consumo”.


Mesmo em uma construção que não privilegie o natural, algumas mudanças podem ser feitas para ajudar na economia com energia. Investir em sombreamento e beirais grandes faz com que a luz do sol não entre com tanta intensidade, assim como abrir janelas e investir em vegetação para trazer frescor ao ambiente são boas opções. “Além disso, novas tecnologias como ares-condicionados mais modernos e sensores de movimento nos ambientes podem diminuir a conta de luz”, comenta o arquiteto.


Mudanças

 

Dentre as opções que podem auxiliar na busca por economia de energia, a lâmpada LED é se destaca. Com uma vida útil até 70 vezes maior do que uma lâmpada comum, ela pode durar até 10 anos e é uma boa opção para as já antigas lâmpadas fluorescentes. “Além da durabilidade, ela é econômica, chegando a diminuir em média 10 vezes o consumo de energia, dependendo do modo de uso”, garante a arquiteta Jamile Almeida.


Ela conta que, diante das vantagens que esse produto oferece, há consumidores que compram lâmpadas para substituir as existentes em suas residências apenas com o foco na economia de energia. O empresário Romano Silveira apostou nessa troca em sua casa e na sua fábrica de gelo, onde percebeu uma queda de quase 50% na conta. “Fiz um investimento de R$ 400 que consegui recuperar em 4 meses”.


A economia foi percebida através dos medidores de energia presentes nas câmaras de refrigeração nas quais colocou as lâmpadas. Por isso, o investimento foi estendido para outros setores da fábrica, como os escritórios. “Além da economia de energia, se gasta menos com substituição”.


Substitua as lâmpadas fluorescentes pelas LED. Além da durabilidade, que é até 70 vezes maior, ela esquenta menos e é mais econômica.


Invista em iluminação e ventilação natural. Assim você não precisa acender tantas lâmpadas e ainda diminui-se o calor e também o gasto com ventiladores e ar-condicionado.


Cuidado com o uso das cores. As mais escuras tendem a aquecer o ambiente, o que pode piorar o calor e acabar fazendo com que você gaste mais energia para refrescar sua casa.


Novas tecnologias, como ares-condicionados mais modernos e sensores de movimento nos ambientes, podem diminuir a conta de luz.

undefined

> TAGS: energia economia luz
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis