ENTREVISTA. AIRTON FERNANDES 09/04/2016

Para vender, é preciso estar antenado

Quem fez cliente, quem tem carteira, quem trabalha direito vai sempre ter espaço. A gente, que vem trabalhando ao longo do tempo, encontra espaço
notícia 0 comentários
{'grupo': 'Da Reda\xe7\xe3o O POVO', 'id_autor': 16390, 'email': 'artumira@opovo.com.br', 'nome': 'Artumira Dutra '}
Artumira Dutra artumira@opovo.com.br
EVILÁZIO BEZERRA
Airton Fernandes assumiu a Ceará Rede Imóveis em janeiro

O empresário Airton Fernandes é formado em economia com pós-graduação em Direito Imobiliário, mas ele também se define como corretor de imóveis. “Eu tenho as minhas vendas. Durante essa trajetória toda, nunca passei um mês batido”. Para ele, um bom vendedor de imóveis não pode ter preguiça e é preciso estar antenado. “Conhecimento é conhecimento. Eu sou muito curioso.

Faço curso todo mês e estou sempre me atualizando”. Dono da imobiliária Airton Fernandes e presidente da Ceará Rede Imóveis, nesta entrevista, ele fala de projetos e analisa o cenário atual.

O POVO - Como foi sua trajetória no mercado imobiliário?

AIRTON FERNANDES - Eu comecei como gerente da fazenda Canhotinho do Grupo J.Macedo, em Quixeramobim. Depois gerente da Fazenda Uirapuru e da Craveiro Imobiliária. Em 1997, eu fundei a Airton Fernandes Consultoria Imobiliária. Graças a Deus crescemos todos os anos. Vem mantendo uma média de crescimento de 10%, 12% ao ano.

OP – Qual é o carro-chefe da empresa?

AIRTON - Vende, aluga. O nosso forte é a venda de imóveis. Temos hoje 40 corretores que atuam, principalmente na região do Eusébio. Vendemos tudo. Casa, apartamento, terreno.

OP - Como o senhor avalia o mercado imobiliário cearense?

AIRTON - Quem fez cliente, quem tem carteira, quem trabalha direito vai sempre ter espaço. A gente, que vem trabalhando ao longo do tempo, sempre encontra espaço.

OP - A crise política e econômica não afetou os negócios?

AIRTON - A crise existe e afetou um pouco. Mas quem trabalha direito consegue fazer negócios. Toda hora tem gente comprando, toda hora tem gente vendendo. Toda hora tem gente quebrando ou ficando rico. O mercado é assim. Na crise é que você encontra as oportunidades e cresce.

OP - Que oportunidades o senhor enxerga nessa crise que o País vive atualmente?

AIRTON - A gente tem que ficar atento ao mercado para ver alguém que está vendendo, que se apertou. Este é um momento de oportunidades para quem está atento, ligado.

OP - O senhor chegou a atuar como corretor de imóveis. Ainda se considera um?

AIRTON - Eu fui de gerente para dono de imobiliária, mas ainda hoje sou corretor. Eu tenho as minhas vendas. Durante essa trajetória toda, nunca passei um mês batido. A empresa se mantém com as vendas dos corretores e as minhas. Eu também sou um vendedor.

OP - E o que é preciso para ser um bom vendedor de imóveis?

AIRTON - Estar antenado com a economia do País. Não ter preguiça e acreditar em todas. Às vezes, o corretor pensa em não gastar gasolina, não perder tempo. Você não perde tempo. Você encontra um cliente que quer comprar, vender, trocar fazer qualquer coisa.

OP - Comprar imóvel ainda é um bom investimento?

AIRTON - Excelente investimento. Até hoje eu não conheço nenhum imóvel que eu vendi em que a pessoa tenha tido prejuízo.

OP - O senhor também acredita em imóvel para formação de patrimônio?

AIRTON - O senhor Benedito Macedo, dono da Craveiro imobiliária, costumava dizer que “o pai que comprar uma terra por um, o filho vende por 50”. Eu continuo acreditando nisso.

OP – Vocês já atuaram como incorporadores. Há novos projetos nessa área?

AIRTON - Já fizemos loteamentos em Mombaça, Canindé. É mais um braço para a gente guardar reserva de valor. Temos um projeto para o próximo ano, em Tauá.. É um loteamento nosso como incorporador. A gente compra um terreno, faz um projeto e divide e vendemos os lotes a prazo.

OP - E esse projeto de Tauá vai ser o maior?

AIRTON - Esse é o maior da história. São 35 hectares com 793 lotes que vamos vender a partir do próximo ano.

OP - Existe algum projeto para este ano?

AIRTON - Acredito que este ano ainda vamos fazer quatro lançamentos de empreendimentos no Eusébio. A gente vai coordenar a venda de quatro lançamentos imobiliários.

OP – Como o senhor avalia a concorrência no setor imobiliário?

AIRTON - É muito concorrido, mas respeitando os amigos tem espaço para todo mundo. Sobra espaço para todos. A nossa imobiliária é de médio porte. A gente está, talvez, entre as dez maiores do Ceará.

OP - A formação do senhor em economia com pós-graduação em direito imobiliário o ajudou no desenvolvimento dos negócios?

AIRTON - Claro. Conhecimento é conhecimento. Eu sou muito curioso. Faço curso todo mês e estou sempre me atualizando. Capacitação é muito importante.

OP – O senhor também é presidente da Ceará Rede Imóveis. Quais são as metas da entidade?

AIRTON - A Ceará Rede Imóveis tem o objetivo de congregar as imobiliárias do Estado. Assumi em 18 de janeiro deste ano, com metas de aumentar o número de associados e agrupar mais as imobiliárias para fazermos mais parcerias.

undefined

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis