BALANÇO. BEACH FEST 30/01/2016

Beach Fest finalizará com R$ 1,11 milhão em negócios por dia

notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19040, 'email': ' andresongurgel@opovo.com.br', 'nome': 'Anderson Cid'}
Anderson Cid andresongurgel@opovo.com.br
CHICO ALENCAR/ESPECIAL PARA O POVO
Hoje é o último dia de Beach Fest, evento com imóveis de praia

O Beach Fest da Lopes Immobilis está em seu último dia no Shopping Iguatemi. Com oferta de mais de 700 imóveis de praia, a meta de venda era de R$ 1 milhão por dia, o equivalente a R$ 15 milhões em 15 dias de evento. Porém, segundo balanço de Ricardo Bezerra, sócio-diretor da imobiliária, a perspectiva é de superá-la. Apenas no último domingo já haviam sido gerados R$ 10 milhões em negócios – R$ 1,11 milhão por dia.

 

Desse montante de R$ 10 milhões, R$ 2 milhões são referentes a vendas já com contrato assinado, enquanto os R$ 8 milhões restantes são negócios em fase final de contratação. Segundo Ricardo, o volume de negócios se deve ao momento oportuno para o mercado de imóveis de segunda moradia no Ceará, principalmente como investimento.


Como os imóveis ofertados são de estoque (assim como grande maioria dos empreendimentos nesse setor), as facilidades ofertadas pelas construtoras durante o evento impulsionam as vendas. Enquanto algumas ofertam apartamentos já decorados e mobiliados, por exemplo, outras focam em descontos maiores.

 

Detalhes

As áreas contempladas são o Porto das Dunas, Aquiraz Riviera, Cumbuco e Lagoinha. Ricardo conta que a decisão das construtoras de dar mais atenção a esse mercado se deve à constatação de que há grande interesse nesse ramo do mercado tanto para uso próprio quanto para investimento, particularmente no momento atual.

 

Os investidores têm interesse porque, com o real desvalorizado, antevê-se que em pouco tempo o mercado estrangeiro deverá se interessar em adquirir esses imóveis – principalmente considerando que esse público se interessa mais em zonas de praia do que em imóveis na cidade. Desse modo, fechar esses negócios antes dos estrangeiros possibilita uma revenda lucrativa.


Esse grupo, no entanto, é minoria, e a procura maior é para uso próprio. Ricardo Bezerra explica que as vendas do mercado de segunda moradia, de modo geral, têm crescido no Ceará porque nos últimos três anos houve pouca oferta de empreendimentos novos. Assim, com diminuição da oferta e a procura continuando estável, há uma alta nos preços.


Isso se reflete nos números: conforme os dados levantados pela área de Inteligência de Mercado da Lopes Immobilis, em 2015 as vendas no Aquiraz Riviera cresceram 154%, no cumbuco 43% e no Porto das Dunas 38,64%.


Kátia Maria da Silva, engenheira eletricista, comprou uma unidade durante o Beach Fest. O imóvel, localizado no Aquiraz Riviera, foi ideal para ela e a família: “Tenho filho de cinco anos, o tempo está passando e (eu e meu marido) queremos aproveitar esse momento dele. Então, procuramos um empreendimento com área de lazer”, explica. O resultado ficou à altura das expectativas: o condomínio tem salão de jogos, quadra e academia, além da paisagem agradável da praia.


Além disso, Kátia diz que, considerando os riscos de assalto em um imóvel de praia, o fato de a construtora ter investido em equipamentos de segurança pesou na decisão. Ela e o marido puderam ainda negociar o preço do imóvel, no estande do Beach Fest.

 

SAIBA MAIS

CONSTRUTORAS PARTICIPANTES:

Diagonal, Colmeia, Luciano Cavalcante, Magis, Manhattan, Marquise/Cyrella, Mota Machado, Otoch e Simpex.

ÁREAS: Porto das Dunas, Aquiraz Riviera, Cumbuco e Lagoinha

TAMANHOS: Apartamentos de 39 metros quadrados a 203 metros quadrados; lotes de 385 metros quadrados a 1.066 metros quadrados.

undefined

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis