ENTREVISTA 19/12/2015

Fortaleza ganha novos hotéis

notícia 0 comentários
{'grupo': 'Da Reda\xe7\xe3o O POVO', 'id_autor': 16390, 'email': 'artumira@opovo.com.br', 'nome': 'Artumira Dutra '}
Artumira Dutra artumira@opovo.com.br
CHICO ALENCAR/ESPECIAL PARA O POVO
Fernando Diniz e Patriolino Dias: novos hotéis na Praia do Futuro e no Guararapes

O Hotel Ibis Fortaleza Centro de Eventos e o Gran Mareiro Praia do Futuro Hotel são os mais novos empreendimentos do setor hoteleiro em atividade em Fortaleza desde a semana passada. Apostas da Construtora e Incorporadora Dias de Sousa e do Grupo Magna, respectivamente. Os dois focam no turismo de eventos e de lazer para alcançar o sucesso. O Ibis, administrado pela líder mundial em operação hoteleira, a Accor, traz apartamentos no novo modelo suite room com destaque para o conforto e a sofisticação de hotéis de luxo por um custo mais econômico.

 

Já o Gran Mareiro Praia do Futuro ressalta a localização de frente para o mar com equipamentos de resort e oferece grande espaço para eventos. Na entrevista a seguir o diretor executivo da Construtora Dias de Sousa, Patriolino Dias de Sousa, e o diretor da Construtora Magna, Fernando Diniz, falam sobre os equipamentos, expectativas futuras e negócios nos ramos hoteleiro e imobiliário.

 

O POVO - O que levou a Dias de Sousa a entrar no setor hoteleiro?

Patriolino Dias de Sousa - Ser hoteleiro é um sonho antigo de minha mãe, Graça Dias, desde a década de 1990, que agora estamos colocando em prática. Quando percebemos que o Centro de Eventos iria ser uma realidade contratamos uma empresa de pesquisa para ver a viabilidade e nos ajudar a escolher a cadeia com a qual iríamos atuar, pois não tínhamos e nem temos nenhuma experiência no ramo. Após a pesquisa e de avaliarmos junto com consultores a gente optou pela cadeia francesa Accor. E, dentro da Accor, escolhemos o Ibis, que atua no segmento econômico voltado para o turismo de negócios.

OP - O grupo Magna já está no setor hoteleiro desde 1982. Qual é a atração desse negócio?

Fernando Diniz - A gente já está no ramo de hotelaria desde 1982. Hotel não tem uma conta tão bonita, vamos dizer assim. Mas ele é um patrimônio que fica, é uma gestão mais tranquila do que na incorporação.

OP - O que o hotel Ibis Centro de Eventos traz de novo para o mercado cearense?

Patriolino - O Ibis Fortaleza Centro de Eventos está localizado a 200 metros do Centro de Eventos. O hotel terá 165 leitos, sendo 15 destinados a portadores de necessidades especiais. Esse novo Ibis inaugura na América Latina um novo conceito o suíte room, inspirado em hotéis de luxo. Tem cores pastel para deixar mais aconchegante, o colchão e o travesseiro mais confortáveis do mundo também. Tem um tratamento acústico para o hospede não se incomodar com ruídos. Existe até a preocupação com a temperatura da água para deixar o banho mais agradável. O nosso hotel é econômico e confortável.

OP - E quais são os preços?

Patriolino - A partir de R$139 no fim de semana e R$ 159 na semana.

OP – Qual o número de pessoas trabalhando na operação do hotel?

Patriolino - Serão até 40 pessoas para operar o hotel inteiro.

OP - E isso é possível por causa do padrão de eficiência?

Patriolino - Sim. Por exemplo, para abastecer o frigobar o cliente vai ter que adquirir na recepção para levar para o quarto.

OP – E quais as particularidades do Hotel Gran Mareiro Praia do Futuro?

Fernando Diniz - É um hotel com padrão e serviços quatro estrelas. São 270 apartamentos, sendo 258 apartamentos padrão e 12 suítes. Tem dois restaurantes, piscina infantil e para adultos, sauna, bar molhado, hidromassagem aquecida, academia, copa baby (cozinha bebê e da criança), Kids room, salão de jogos, loja de conveniência, 12 salões de eventos.

 

OP - Esse é o segundo hotel do grupo. Pensam em novos?

Fernando - Temos o Hotel Mareiro Beira Mar, com 200 apartamentos, que foi inaugurado na década de 1980. Dependendo do resultado desse investimento a gente pensa em expandir.

 

OP - O investimento em hotelaria é de longo prazo. Qual a expectativa de retorno?

Fernando - A gente espera retorno financeiro em até 15 anos.

OP - Nesse segundo hotel foi a experiência ajudou?

Fernando - A gente pode dizer que, no Gran Mareiro, nós sanamos as deficiências do Mareiro Beira Mar e incrementamos o que precisava ser incrementado. Principalmente na área de eventos e lazer do hospede.

OP - Qual o diferencial da área de eventos do Gran Mareiro?

Fernando - A área tem entrada exclusiva para eventos e separação física, desde porta até elevadores exclusivos para eventos. Quem vai só para um evento não precisa entrar na área do hóspede, que era uma reclamação que nós tínhamos no outro hotel, que se misturava hospede e evento. A gente tem capacidade para receber eventos para até 1.400 pessoas, aproveitando todo o salão e foyer. É um mini centro de eventos com espaço para sala de imprensa, secretaria de evento etc.

OP - Como está a ocupação do Gran Mareiro para o Réveillon?

Fernando - Para o Réveillon está lotado e a procura por janeiro está acima da expectativa. Vamos começar operando 156 dos 270 apartamentos. Até o dia 15 de abril de 2016, todos os apartamentos estarão inaugurados.

OP - O Centro de Eventos do Ceará acabou com a baixa estação?

Fernando - Amenizou as perdas. Ainda existe, mas o Centro de Eventos amenizou o problema da baixa estação quando a ocupação caia muito. Amenizou para todo o trade turístico. Antes desse equipamento, a hotelaria passava meses muito amargos, principalmente abril e maio.

undefined

> TAGS: hotéis fortaleza
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis