REFORMA 21/11/2015

Dicas para planejar sua reforma

notícia 0 comentários
{'grupo': '.', 'id_autor': 19052, 'email': 'irnacavalcante@opovo.com.br', 'nome': 'Irna Cavalcante'}
Irna Cavalcante irnacavalcante@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
RENATA CELESTINO, Camila Bandeira eRenato Carvalho: reforma é coisa para profissionais.


Com a proximidade do final de ano, muita gente aproveita para dar uma repaginada na casa. Cuidado. Da troca de fiação à ampliação da estrutura do imóvel, ao pensar em fazer uma reforma é preciso planejamento e profissionais qualificados para executar o serviço. Sob pena da obra, ao invés de resultar em melhorias, se tornar uma fonte infindável de dor de cabeça.


A arquiteta Camila Bandeira explica que o primeiro passo é ter em mente, de forma bem definida, o que se quer. Colocar no papel todas as mudanças que serão feitas, os recursos que dispõe, como quer fazer e demarcar prazos são medidas fundamentais não apenas para o bom andamento da obra, mas também para o seu bolso. “O nível de reforma, se vai ter, por exemplo, se vai mexer com revestimento, com fiação. Tudo isso é fundamental para o resultado, evita desperdício ou surpresas no final”, afirmou.


O planejamento por etapas se torna ainda mais imperioso quando a obra é feita sem a saída dos moradores. Neste caso, a área a ser mexida é isolada das demais e deverá contar com um esforço concentrado dos profissionais por determinado período, por isso, é importante definir um calendário. “Mexer na cozinha, por exemplo, é melhor nos fins de semana e feriados. Enquanto se mexe em um quarto deixa o outro disponível”, afirmou.


Confiar as obras a profissionais habilitados para conduzir o serviço não é uma opção, é obrigação prevista em lei, tanto na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como no Código de Posturas do Município. Além disso, ter uma orientação adequada pode ajudar a definir custos, prazos e execução, bem como evitar que a reforma comprometa a estrutura do imóvel.


“Isso evita desperdício, acidentes e reduz os riscos inerentes às obras. Até porque muitas das modificações que são feitas precisam de autorização dos órgãos responsáveis e de um laudo assinado pelo profissional competente”, explicou o engenheiro Renato Carvalho, exemplificando que em uma obra se deve ter o cuidado não apenas com a operação em si, mas com o destino final que se dá aos resíduos sólidos, obrigação também disciplinada em lei.


Obrigações

Em Fortaleza, obras com até 40 metros quadrados de acréscimo são reguladas pela Regional em que está localizado o imóvel. Metragens superiores devem ser precedidas de autorização da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

 

A titular do órgão, Águeda Muniz, explica que procedimentos mais simples, como a pintura interna de uma parede não precisam de autorização da Prefeitura, mas se vai mexer com a estrutura da casa, por exemplo, é preciso não só da autorização, mas que este procedimento tenha a anotação e responsabilidade técnica de um engenheiro ou arquiteto registrado no conselho de classe. “Hoje, no nosso site, é possível conferir todo o ckeck list e o fluxo de como este processo ocorre aqui dentro”, explicou.


O valor da taxa na Seuma pode variar de acordo com o tamanho da ampliação a ser feita. Mas o prazo para liberação do alvará demora em média 48 horas para ser liberado.

 

undefined

> TAGS: imóveis reforma
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Imóveis